Seu futuro na Medicina: quais os caminhos para seguir na carreira médica?

Autor(a)

A Medicina é uma das áreas profissionais mais valorizadas do país. Um médico no Brasil usufrui de boa remuneração e prestígio social. É considerada uma carreira nobre, a serviço do bem estar da população.  

As pessoas que optam por uma carreira na Medicina têm a sua disposição um vasto leque de opções após a graduação na área.  Descubra os caminhos a seguir:

Médico generalista

Com a conclusão do curso de graduação, o médico recém-formado está apto a trabalhar como clínico geral. Essa função é desempenhada, em geral, por médicos que não têm um título de especialista.  

O médico generalista pode atuar na rede de saúde pública em unidades básicas de saúde, hospitais, unidades de pronto atendimento e clínicas privadas.  

É importante fazer uma avaliação sobre permanecer como generalista ou avançar na carreira para uma especialidade médica.  

Médico especialista

Depois de finalizar a graduação, o médico pode seguir seus estudos em um curso de pós-graduação latu senso ou fazer residência em uma área focada da Medicina.  

No Brasil, o Conselho Federal de Medicina reconhece 54 especialidades médicas. Algumas são mais conhecidas e muito populares entre a classe médica. Por conta disso, são as mais procuradas pelos médicos. Esse é o caso da pediatria, cardiologia, ginecologia e obstetrícia e cirurgia gera.  

Além dessas, há ainda opções de pós-graduação em áreas como:

  • alergologia;
  • clínica geral
  • dermatologia;
  • endocrinologia;
  • gastroenterologia;
  • geriatria;
  • neurologia;
  • psiquiatria;
  • clínica em dor
  • reumatologia.

Você pode obter a lista completa no site do CFM. A Afya Educação Médica, ex-IPEMED oferece cursos de pós-graduação, aprimoramento e atualização em diversas áreas da Medicina.  

O salário de um médico está diretamente ligado ao seu grau de formação. Os médicos especialistas possuem a maior renda média de R$ 22 mil. Já médicos generalistas têm renda média de R$ 16 mil, uma diferença de aproximadamente R$ 6 mil entre ter ou não especialidade.  

Academia e docência

A carreira acadêmica diz respeito ao estudo da Medicina como área científica. São os médicos acadêmicos (também chamados de pesquisadores) que fazem pesquisa. Essas pesquisas são feitas em parceria com colegas de instituições de ensino, hospitais, clínicas ou centros de saúde.  

Quando a pesquisa está concluída, seus resultados são publicados em revistas científicas. Com experiência acumulada na área científica, o médico pode seguir na pesquisa, atuar clinicamente ou até mesmo dar aulas, também chamada de docência.

Administração e gestão hospitalar

O médico administrador trabalha para que tudo ocorra dentro do planejado no ambiente hospitalar. É papel dele garantir o bem-estar de pacientes e funcionários, gerenciando o fluxo de atividades para que todo o serviço aconteça de forma fluida e seja executado da melhor forma possível.  

Ele planeja, organiza e gerencia hospitais públicos e privados, clínicas médicas e laboratórios, além de outras entidades, como casas para idosos e SPAs, por exemplo.

‍Empreendedorismo

Já o profissional que preferir  empreender pode abrir clínicas particulares, sendo gestor de equipes médicas e ampliando a rede de atendimento à população. Uma clínica própria ou em parceria com outros profissionais.

Aqui, já mostramos o que você precisa para abrir sua própria clínica na área da dermatologia.  

Para obter sucesso nessa área, é preciso ter afinidade com a rotina multitarefas, visto que o médico empreendedor precisa conciliar as diversas atribuições da administração de negócios.

Serviço e gestão pública

Um médico também pode se dedicar à carreira no setor público, tanto como médico concursado quanto como indicação política. Trata-se de uma carreira com estabilidade e os benefícios de um contrato celetista público podem ser atrativos.

Prefeituras e Secretarias Estaduais de Saúde oferecem oportunidades frequentes em concursos públicos. Outros médicos trabalham diretamente com o Executivo, por meio de indicação política em secretarias de saúde ou na direção de hospitais e outros estabelecimentos de saúde pública.  

Qual carreira mais te interessa na Medicina?

Os médicos que leram esse post, também leram:

Todos os Posts