Inovação: quais as especialidades médicas mais promissoras

O médico tem à sua disposição inúmeras áreas para seguir na carreira. Com o aumento da expectativa de vida da população e, consequentemente, maior demanda por atendimento médico, o mercado de trabalho na área da saúde está cada vez mais amplo e diversificado.

Dessa maneira, o cenário da profissão se transforma com as inovações da tecnologia, da informação e das demandas da sociedade. Cada especialidade médica hoje precisa estar de acordo não só com as necessidades dos pacientes, mas também com as tendências do mundo moderno.

Os caminhos a escolher são os mais diversos possíveis. Para o futuro médico é fundamental saber quais as áreas da medicina que serão mais requisitadas no futuro e quais profissionais serão capazes de manter sua agenda de trabalho cheia.

5 especialidades promissoras

1. Cirurgia Plástica  

O crescimento intenso da valorização da aparência pela mídia e pela sociedade apontam a alta para esta especialidade. Isso pode ser notado principalmente pelo número cada vez maior de jovens que optam por procedimentos estéticos. De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), nos últimos dez anos, houve um aumento de 141% no número de procedimentos feitos entre jovens de 13 a 18 anos.

2. Cirurgia geral

Segundo o Código Brasileiro de Cirurgiões, o Cirurgião Geral é o médico “conhecedor das bases fundamentais da cirurgia e que é capaz de utilizá-las na execução de operações nos diversos órgãos e sistemas, incluindo os procedimentos básicos de outras especialidades cirúrgicas, de modo a poder eventualmente tratar de pacientes em caráter emergencial.”

O cirurgião geral pode atender em urgências e emergências, mas também é possível encontrá-lo em consultórios e ambulatórios para casos não emergenciais. Esse profissional também pode se qualificar para ser professor ou instrutor de diversos cursos de capacitação, além de poder seguir a carreira de pesquisador.

3. Dermatologia

Além das doenças de pele, a Dermatologia também estuda várias doenças relacionadas à apêndices cutâneos, como boca, cabelos, pelos, unhas e genitais, cuidando também de questões tais como queda de cabelos e diagnóstico de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs).

O mercado de dermatologia no Brasil está bem favorável. Ainda não há profissionais suficientes para suprir todas as vagas do sistema público de saúde, também sendo necessários muitos dermatologistas no sistema particular. Há boas oportunidades na pesquisa de doenças de pele, principalmente câncer.

4. Medicina de auditoria

O médico auditor é um especialista em avaliar custo e adequação de contas e serviços prestados por instituições públicas e privadas. Ele faz uma auditoria em todo o sistema hospitalar para verificar quais os reais custos envolvidos em cada tratamento, e se o orçamento despendido é suficiente.

Ele é essencial para analisar se os recursos financeiros estão sendo bem utilizados e, com isso, evita irregularidades. O médico auditor também é responsável por fazer exames periciais e dá suporte técnico a gestores da saúde.

5. Anestesiologia

O profissional dessa área pode trabalhar com todas as especialidades médicas que envolvem a atividade cirúrgica.  

Em qualquer procedimento cirúrgico, a presença desse profissional é exigida, pois sua atuação não consiste apenas em aplicar a anestesia. Pelo contrário, o anestesista cuida do paciente durante e depois da operação, monitorando suas funções vitais.  

A necessidade desse profissional tem crescido muito nos últimos anos, juntamente com a expansão das redes hospitalares públicas e privadas no país. Isso tem aumentado o número de procedimentos cirúrgicos e, consequentemente, a necessidade de mais especialistas.

Média salarial

Lembrando que essa é apenas uma estimativa, já que cada médico pode gerir sua carreira, montando seu próprio consultório, por exemplo, e faturar bem mais.

  • Cirurgia Plástica – ‍R$18.500,00
  • Cirurgia - R$16.000,00
  • Medicina de auditoria - R$9.900,00
  • Dermatologia - R$9.000,00
  • Medicina anestesista - R$9.800,00

Tecnologia na medicina

Áreas como as de telemedicina, atendimento humanizado, mapeamento genético, machine learning e Medicina Preventiva mostram que a tecnologia também é uma especialidade promissora e uma chance de muitos profissionais fazerem a diferença.  

Os médicos que se diferenciarem em suas formações sempre estarão bem posicionados e com ótimas remunerações. A pandemia mudou bastante essa realidade, elevando e demonstrando a importância de áreas como medicina intensiva e de profissionais como o médico emergencista.

E como estão as áreas de medicina de precisão, de inteligência artificial e de telemedicina nesse sentido de evolução? Crescendo a cada dia e fazendo a diferença para uma parte da população que não tem acesso completo a um sistema de saúde.

Áreas que seguem em alta

Mesmo com a medicina mudando constantemente, há especialidades que continuam conquistando não só novos profissionais dispostos a exercê-las como pacientes interessados em acompanhar a própria saúde quase que em tempo real. A Medicina do Exercício e do Esporte é uma especialidade que hoje está muito em alta com o suporte dos smartphones.

Assim como os atletas profissionais, os pacientes monitoram e avaliam suas performances esportivas por meio de aplicativos. No entanto, a recomendação é sempre buscar orientação médica para a prática de atividades físicas e para o alcance de melhores resultados.  

Belisa Frangione

Publicado originalmente na plataforma da StartSe

Autor(a)

Os médicos que leram esse post, também leram:

Todos os Posts