Quem compõe uma Equipe Multidisciplinar de Terapia Nutricional?

Todo mundo sabe o quanto uma boa alimentação é importante para a saúde. No entanto, isso é ainda mais válido para pacientes hospitalizados, com necessidades nutricionais específicas. É nessa hora que o trabalho de uma Equipe Multidisciplinar de Terapia Nutricional (EMTN) é fundamental.

Essa equipe é a responsável por administrar a Terapia Nutricional, um conjunto de procedimentos que busca a recuperação e a manutenção da saúde nutricional do paciente. Os profissionais envolvidos cuidam tanto da nutrição enteral (por meio de sonda) quanto da parenteral (intravenosa).A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é o órgão responsável por regulamentar a atividade de uma EMTN nas instituições de saúde.

Mesmo sendo obrigatória nos hospitais, muitos estabelecimentos e profissionais ainda não entendem completamente o papel dessa equipe. Por isso, neste post explicamos os principais conceitos relativos à Equipe Multidisciplinar de Terapia Nutricional. Inclusive, esclarecemos uma dúvida recorrente: quem integra esse tipo de grupo interdisciplinar. Continue lendo para saber mais!

O que faz uma Equipe Multidisciplinar de Terapia Nutricional?

EMNT trabalha para estabelecer os padrões necessários para o gerenciamento das Terapias Nutricionais. É um conjunto de rotinas integradas, em que cada profissional exerce uma atividade, buscando proporcionar uma nutrição adequada a cada paciente. Assim, a equipe se encarrega de criar diretrizes e processos para a triagem, a identificação de riscos nutricionais e as terapias mais viáveis para a recuperação dos pacientes.

No ambiente hospitalar, principalmente, essa atuação é muito importante, uma vez que a alimentação e também os tratamentos devem considerar sempre as condições físicas e as possíveis doenças concomitantes. Além disso, a EMTN investiga pacientes em risco de nutrição ou desnutridos, bem como, aqueles com dificuldades na absorção de nutrientes. Da mesma forma, a equipe trata dos cuidados com gastrostomias e jejunostomias, entre outras necessidades alimentares especiais, como dietas restritivas, curativos, controle de volume dos resíduos e a reidratação.

Qual a importância dessa equipe para uma instituição de saúde?

Basta analisar a diversidade de pacientes, com os mais variados problemas de saúde, que entram em um hospital. Muitos deles estão debilitados, frágeis, precisando de um cuidado especial em relação à alimentação. Afinal, ela pode ser determinante para a recuperação de um indivíduo.

Em muitos casos, o paciente pode ter alguma doença preexistente, como diabetes ou hipertensão, exigindo uma alimentação diferenciada. Ou seja, em um hospital, não se pode supor que todos devam receber os mesmos alimentos e cuidados, tendo em vista que cada paciente tem necessidades especiais.

Neste sentido, o trabalho de uma Equipe Multidisciplinar de Terapia Nutricional é fundamental para atender a essas diferenças. Os profissionais envolvidos precisam entender o perfil dos pacientes e identificar a melhor abordagem terapêutica e os riscos que ela oferece para cada um. Também é importante para reduzir os riscos de complicações, infecções e problemas gastrointestinais e metabólicos, que são inerentes ao ambiente hospitalar.

Quais profissionais integram essa equipe multidisciplinar?

Mas, então, quem faz parte da Equipe Multiprofissional de Terapia Nutricional? Bom isso depende muito das necessidades de cada hospital. No entanto, ela deve contar com, pelo menos, um médico, um nutricionista, um farmacêutico e um enfermeiro. Quem comanda a equipe é o coordenador clínico que, de modo geral, é um médico com título de especialista. A especialidade que mais se destaca nessa área é a nutrologia, diretamente ligada à adequação nutricional.

Enquanto isso, o nutricionista cuida da dieta e das refeições. Já o farmacêutico analisa a melhor aplicação e as possíveis interações dos medicamentos com os alimentos e o enfermeiro auxilia os demais profissionais em todas as etapas. Todos os integrantes participam do processo de triagem de risco e de avaliação nutricional. Essa integração entre os membros da EMTN é fundamental para assegurar um tratamento adequado aos pacientes hospitalizados.

De qualquer modo, a obrigatoriedade da Equipe Multidisciplinar de Terapia Nutricional no ambiente hospitalar e seu papel estratégico, só demonstram o quanto a área da nutrologia tem grande potencial na medicina. Conheça essa especialidade que tem se destacado bastante nos últimos anos e promete ser uma das mais importantes nos próximos anos.

Gostou de saber quem faz parte da EMTN? Quer entender mais sobre a atuação do nutrólogo? Então, leia também quais são as perspectivas de carreira na nutrologia!

Autor(a)

Os médicos que leram esse post, também leram:

Todos os Posts