Equilíbrio entre carreira médica e vida pessoal é possível?

No Mês da Mulher, o blog da Afya Educação Médica tem publicado uma série de conteúdos relacionados não apenas ao Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 08 de março, como também à história da mulher na Medicina, à conciliação da carreira médica com a maternidade, entre outros assuntos.

No conteúdo de hoje, iremos falar um pouco mais sobre como ser mulher e médica no século XXI significa, sim, enfrentar uma série de desafios, especialmente quando se trata de conciliar a maternidade e as vidas pessoal, social e profissional, mas como também significa realizar sonhos e ter conquistas.

Sobre isso, a Dra. Lourena Costa, professora da Pós-Graduação em Dermatologia da Afya Educação Médica, tem um convite a te fazer.

Acompanhe a leitura até o final para saber mais!

Saúde mental em foco em meio a crescimento de mulheres médicas no País

De acordo com a sexta edição da Demografia Médica no Brasil 2023, realizada pela Associação Médica Brasileira (AMB) e a Faculdade de Medicina da USP, o número de médicos especialistas no Brasil aumentou cerca de 85% em uma década.

Atualmente, o país conta com quase 500 mil médicos, e é esperado que, até o final de 2024, o número de médicas supere o de médicos, representando 50,2% da categoria.

Apesar desses avanços, existem preocupações que merecem atenção, especialmente em relação à saúde mental das médicas na próxima década.

Um sinal alarmante é a disparidade salarial, com as médicas recebendo 36,3% menos que os médicos. Além disso, as mulheres são predominantes em apenas 19 especialidades, enquanto os homens lideram em 36.

Além disso, existe outro fator não colocado na pesquisa, mas que também contribui para que a saúde mental das médicas seja e precise ser olhada de uma forma mais crítica: a maternidade.

Como conciliar isso tudo?

Timing da maternidade agora é diferente, revela professora da Afya Educação Médica 

Segundo pesquisa do Research Center da Afya, 41% das médicas acreditam que a maternidade pode interferir no seu desenvolvimento profissional.

“A maternidade traz consigo a culpa e ao mesmo tempo o freio que colocamos nas nossas atividades diárias. Devemos saber entender que a vida agora tem um “timing” diferente e tudo é mais lento do que antes”, opina a Dra. Lourena Costa, professora da Pós-Graduação em Dermatologia da Afya Educação Médica.

Para ela, as prioridades devem ser pautadas em cada dia vivido.

E ela está certa, afinal, a carreira médica pode ser muito exigente e desafiadora para as mães. 

Com riscos e desafios que precisam ser assumidos todos os dias, muitas vezes, colocando os seus interesses pessoais em segundo plano, não é incomum vermos mães médicas se dividindo e desdobrando “em mil” para dar conta de plantões e do(s) filho(s) em casa. 

Imagina quantas noites em claro, não é mesmo?

“Nossas prioridades são pautadas em cada dia vivido. Não conseguiremos dar o nosso 100% todos os dias, mas temos que ter a consciência de que estamos dando o nosso melhor naquele dia e está tudo bem. Conciliar a carreira com a maternidade exige planejamento, organização e, acima de tudo, apoio familiar”, pondera. 

Baixe agora: E-book Mulheres na História da Medicina: os principais desafios e conquistas de médicas do Brasil e do mundo

Realização de sonhos em todas áreas: um convite da Dra. Lourena Costa

Apesar da maternidade e de outros desafios e preconceitos com os quais as mulheres têm que lidar e enfrentar todos os dias, é possível, sim, ter um equilíbrio e realizar sonhos em todas as áreas da vida, seja profissional, seja pessoal.

“Ao buscar o equilíbrio entre as áreas da vida, nós mulheres modernas podemos alcançar a realização pessoal e profissional, sem abrir mão de sua saúde e bem-estar. Ou seja, se estamos bem, nossos filhos também estarão… E isso é que é o importante”, revela a Dra. Lourena.

Sobre isso, a médica e professora da Pós-Graduação em Dermatologia da Afya Educação Médica estará, ao vivo, na próxima terça-feira (26), no canal do YouTube da instituição, falando sobre Equilíbrio entre carreira médica e vida pessoal”.

Ela se junta à Dra. Isabela Dupin, dermatologista e coordenadora dos cursos de pós em Tricologia em Transplante Capilar e Medicina do Trabalho da Afya Educação Médica, e ao Dr. Guilherme Carneiro Rodrigues, médico-editor, oftalmologista e coordenador da Pós-graduação em Oftalmologia na Afya Educação Médica, que mediará a mesa-redonda.

O evento é 100% gratuito, clique no linke e assista: Assista em nosso canal do Youtube

Esperamos você!

Autor(a)
Dra. Lourena Costa

Especialista em Dermatologia Clínica, Estética e Cirúrgica e professora da Afya Educação Médica

Os médicos que leram esse post, também leram:

Todos os Posts