Toxina botulínica: como funciona e quais são as vantagens em se especializar

O desejo de aumentar a autoestima tem aquecido o mercado da beleza, com consultórios médicos e clínicas de estética cada vez mais movimentados, sendo a aplicação de toxina botulínica um dos procedimentos mais procurados pelos pacientes.

Popularmente conhecida como Botox®, a substância tem ganhado destaque em diversas áreas da Medicina, pois, apesar de o seu uso ser amplamente conhecido para fins estéticos, suas aplicações vão muito além disso.

Por isso, os médicos podem aproveitar a alta demanda dessa área como uma maneira de prosperar nos negócios, tornando-se um profissional de sucesso. Neste artigo, explicaremos as diferentes aplicações da toxina botulínica e as principais vantagens de atuar na área.

Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

O que é a toxina botulínica e como ela surgiu?

A toxina botulínica consiste em uma proteína produzida pela bactéria Clostridium Botulinum, que ocasiona o botulismo quando usada em grandes quantidades. Ela age bloqueando a liberação de acetilcolina, um neurotransmissor responsável por transmitir sinais entre os neurônios e os músculos.

Esse bloqueio leva a um relaxamento temporário dos músculos, tornando-a valiosa para diversos tratamentos médicos e estéticos, como para prevenir ou amenizar rugas e linhas de expressão na região dos olhos, fazer o reposicionamento de sobrancelhas, bruxismo e restabelecimento estético de gengivas, por exemplo.

A toxina botulínica foi descoberta em 1895 pelo cientista Emile van Ermengem, em um surto de intoxicação alimentar na Bélgica, no qual ele isolou a bactéria. Em 1953, o fisiologista Dr. Vernon Brooks descobriu como quantidades pequenas da toxina em um músculo hiperativo causavam um efeito relaxante temporário, o que abriu portas para o potencial médico da neurotoxina.

A primeira aplicação terapêutica foi desenvolvida na década de 1960 para o tratamento de estrabismo, uma condição ocular. Somente em 1988 é que começaram as pesquisas para sua utilização em rugas faciais. A partir daí, a substância começou a ser estudada e usada para outras aplicações médicas e estéticas.

Quais são as suas diversas aplicações atualmente?

Como destacamos, a toxina botulínica é utilizada além das clínicas estéticas. Como é um bloqueador neuromuscular, a substância possibilita outras aplicações médicas e odontológicas, permitindo o tratamento de determinadas doenças. Veja algumas delas!

Hiperidrose

A toxina botulínica é eficaz para hiperidrose, pois inibe a liberação da pré-sinapse de acetilcolina, reduzindo o estímulo das glândulas sudoríparas que causam o suor em excesso.

Para esse caso, a aplicação da substância é realizada diretamente na região afetada, diminuindo a produção de suor. A duração do efeito depende muito do organismo de cada paciente, mas a média é entre sete e nove meses.

Estrabismo

Como vimos, a toxina botulínica foi usada como tratamento médico pela primeira vez em 1981, em pessoas com estrabismo — um tipo de desequilíbrio na função dos músculos oculares, que faz com que os olhos não fiquem alinhados.

Entretanto, apenas em 1989 o órgão responsável aprovou oficialmente a utilização da substância para essas situações, em que a toxina é injetada nos músculos que permitem a movimentação dos olhos para amenizar a aparência de desalinhamento.

Dores crônicas

Além dos problemas citados, o Botox® também é indicado para o tratamento de dores crônicas musculares e neuropáticas, como as enxaquecas frequentes e a Síndrome da Dor Miofascial.

Seu mecanismo de ação se trata, principalmente, de bloquear a transmissão neuromuscular por meio dos locais de ligação e entrada nos terminais nervosos dos neurônios, o que melhora a qualidade de vida dos pacientes.

Tratamentos odontológicos

Na Odontologia, a toxina botulínica é usada para o tratamento de disfunções na Articulação Temporomandibular (ATM), bruxismo e até mesmo para melhorar a estética do sorriso por meio da correção de sorrisos gengivais e outros problemas estéticos faciais.

Vale lembrar que o uso tem por objetivo eliminar a dor muscular do paciente e não curar o problema. Além disso, a alternativa deve ser associada a outros tratamentos mais convencionais.

Quais as vantagens de se especializar na área?

Sabemos que, para se destacar no mercado, é preciso oferecer diferencial competitivo e conhecimentos teóricos e práticos juntamente à experiência e bons resultados. Dessa forma, se você deseja escolher uma especialização, esta área é uma excelente opção, sobretudo pelas vantagens e alta demanda por procedimentos estéticos atualmente.

Um dos benefícios para os profissionais que desejam especializar-se em toxina botulínica é a possibilidade de ampliar a sua atuação no mercado, que vai além da sua área de formação. Consequentemente, quanto mais opções para atuar, maior o número de pacientes que buscarão os seus serviços.

Isso também aumenta as possibilidades de ganhos. Isto é, se você estiver mais qualificado, sua reputação no mercado e suas demandas serão maiores. Assim, ao unir um atendimento de qualidade, você alcançará uma carreira de sucesso.

Como está a demanda do mercado?

Segundo o relatório global da Mordor Intelligence, em 2020, o mercado de toxina botulínica foi avaliado em mais de US$ 3,6 bilhões, e espera-se alcançar mais de US$ 7,8 bilhões até 2026. O Brasil, nesse caso, é um dos países em que procedimentos envolvendo a substância são os mais procurados. Tudo isso graças ao seu poder estético.

O mercado de trabalho ligado à aplicação da toxina botulínica cresce diariamente, principalmente relacionado à busca pelo rejuvenescimento e melhora de problemas que podem ser corrigidos com a substância.

Diante disso, ocorreu um aumento significativo do número de profissionais que buscam por cursos de toxina botulínica para especializações e aperfeiçoamentos da técnica, sobretudo por médicos da área de Dermatologia estética.

Ainda segundo o relatório, o crescimento do mercado está sendo impulsionado por muitos fatores, como a crescente demanda por procedimentos estéticos, as iniciativas de pesquisa e desenvolvimento para ampliar as aplicações terapêuticas da toxina e a crescente preferência dos pacientes por tratamentos não invasivos, juntamente ao desenvolvimento de novos produtos.

Como você pôde ver, a toxina botulínica é uma substância que, quando utilizada de forma adequada e por profissionais capacitados, oferece uma série de benefícios médicos e estéticos.

Desde sua descoberta, suas aplicações têm se expandido e comprovado a eficácia em diversas áreas da saúde. Porém, seu uso deve ser realizado com responsabilidade, sempre visando o bem-estar e a segurança dos pacientes.

Faça agora sua inscrição nos cursos da Afya Educação Médica!

Por esse motivo, nosso Workshop em Toxina Botulínica na Face da Afya Educação Médica tem o objetivo de capacitar as habilidades clínicas dos profissionais para o rejuvenescimento da face, treinando-as de forma individual e integrada para reconhecer os produtos e a aplicação relacionados aos procedimentos.

Se você deseja se aventurar pela área e gerar bons frutos na carreira, conheça um pouco mais sobre o nosso curso!

Autor(a)

Os médicos que leram esse post, também leram:

Todos os Posts