Sound Healing: conheça a terapia de cura pelo som

As terapias alternativas podem ser excelentes meios em complementação à Medicina tradicional. Isso porque muitas delas proporcionam mais equilíbrio físico e mental, contribuindo para a melhoria da saúde dos pacientes. Exemplo disso, é a técnica Sound Healing.

Trata-se de uma terapia da Medicina Holística que utiliza a vibração sonora para a cura dos desequilíbrios físicos e mentais. Embora não dispense os tratamentos e medicamentos tradicionais, a exposição a ruídos sonoros traz efeitos positivos para a saúde de pessoas em diferentes condições.

A seguir, entenda melhor a importância das terapias alternativas como complemento à Medicina tradicional e saiba como funciona essa técnica, bem como os benefícios que ela pode proporcionar. Confira!

A importância das terapias alternativas

Cada vez mais utilizadas como complementos para diversos tratamentos, as terapias alternativas fazem parte do cotidiano de hospitais, clínicas especializadas, assim como do SUS (Sistema Único de Saúde), onde foram implementadas desde 2006.

Utilizando as técnicas holísticas e naturais, em complementação à Medicina convencional, as terapias alternativas visam à harmonização integrada entre o corpo, a mente e as emoções. Atualmente conhecidas como práticas integrativas e complementares, o acesso a muitas das terapias já está previsto em Lei.

Algumas são citadas como PICs (Práticas Integrativas e Complementares) pelo Ministério de Saúde, e se referem a técnicas, métodos e produtos utilizados para a promoção da saúde e do bem-estar dos pacientes, que colaboram de maneira efetiva para a melhoria de diversas doenças físicas e transtornos mentais.

Nesse sentido, assim como as terapias cognitivas, as massagens, a acupuntura e as atividades físicas como yoga, que proporcionam benefícios já comprovados por diversos estudos, o Sound Healing é uma técnica que pode levar à cura pelo som.

O conceito da terapia Sound Healing

A terapia Sound Healing é uma prática oriental milenar, amplamente difundida, que se fundamenta na utilização de vibrações sonoras para atingir a cura, promovendo o equilíbrio mental, físico, e espiritual.

A teoria por trás desse tipo de terapia é que tudo no universo vive em constante vibração, incluindo os nossos corpos. Assim, quando uma pessoa está doente ou energeticamente desequilibrada, acredita-se que as vibrações dela se encontram fora de sintonia.

É importante observar que o Sound Healing é uma técnica energética não vinculada a qualquer tipo de doutrina, religião ou crença. Dessa forma, todas as pessoas com ou sem orientação espiritual podem se beneficiar com essa terapia alternativa. Ela é praticada em diversas culturas ao redor do mundo, como na Índia, onde é conhecida como Yoga do Som (Nāda Yoga), e se baseia nos seguintes níveis de som:

  • concreto — se refere ao som como conhecemos, ou seja, o nível audível;
  • sutil (infrassom) — sons que não são perceptíveis pelos sentidos físicos;
  • causal — junção dos níveis anteriores.

A prática da terapia Sound Healing

As técnicas do Sound Healing utilizam instrumentos musicais para equilibrar o corpo de maneira natural, promovendo a melhoria de sintomas emocionais e físicos, por meio do relaxamento e aumento do bem-estar.

Para isso, são realizadas sessões terapêuticas com frequências sonoras. Em geral, uma sessão tem duração de 30 a 60 minutos, realizada duas vezes por semana. Seu principal objetivo é reduzir o nível de estresse e promover o equilíbrio do corpo.

Entre os instrumentos musicais mais utilizados se encontram:

  • chocalhos;
  • diapasões;
  • flautas;
  • gongos;
  • harpa;
  • kalimba;
  • taças e tigelas tibetanas de metal;
  • tambores.

Apesar de trazer muitos benefícios para a saúde física e mental, ela não é indicada para as pessoas que usam marca-passo, já que as frequências sonoras podem interferir em seu funcionamento, desregulando o aparelho.

Diferentemente da musicoterapia que trabalha com os efeitos da música no corpo e na mente, a Sound Healing trabalha as vibrações das ondas cerebrais. Elas podem atingir o nível Theta, que se refere ao estado meditativo, ou Delta, que ocorre quando estamos dormindo, mas ainda não estamos sonhando. Por isso, é muito comum as pessoas dormirem durante as sessões.

Os benefícios do Sound Healing

Os benefícios da Sound Healing já foram objeto de diversas pesquisas. A propósito, um estudo sobre os efeitos sonoros de taças tibetanas, na dor, na ansiedade, no humor e no bem-estar espiritual, apontou melhorias nesses aspectos pesquisados.

A seguir, veja algumas das principais condições que podem ser beneficiadas com esse tipo de terapia:

  • alteração de padrões, vícios, comportamentos obsessivos;
  • ansiedade;
  • ativação de estados inconscientes, auxiliando em terapias psicológicas;
  • bloqueios e pensamentos obsessivos que impedem o estado de abundância e fluidez;
  • diminuição da atividade mental;
  • dores musculares e ósseas;
  • dores na coluna vertebral;
  • equilíbrio emocional;
  • estresse;
  • liberação da tensão e energia;
  • liberação de serotonina;
  • níveis de colesterol;
  • oscilações de humor;
  • hipertensão arterial;
  • processos cognitivos de lesões cerebrais;
  • reconexão com o estado de unidade da consciência;
  • risco de doença arterial coronariana e acidente vascular cerebral;
  • sensação de prazer e paz interior;
  • serenidade e felicidade;
  • transtornos do sono;
  • tratamento cognitivo de reabilitações motoras;
  • tratamento de dores em geral;
  • cuidados pós-cirúrgicos.

Contra-indicações

Além de relaxante, a terapia Sound Healing também tem um efeito ativador potente. Por isso, é preciso ter cautela em sua aplicação e não realizar as sessões nas seguintes condições:

  • trombose venosa profunda na perna ou trombos conhecidos;
  • feridas abertas;
  • tumores;
  • presença de implantes metálicos;
  • após cirurgias não cicatrizadas;
  • ao redor do pescoço em casos de aterosclerose carotídea.
  • presença de marca-passo, é indicado manter uma distância de pelo menos 20 cm do local.

Além disso, os instrumentos de cura sonora não são indicados para serem aplicados:

  • diretamente em implantes, pinos, parafusos, articulações artificiais, assim como veias e articulações alteradas;
  • no caso de doenças inflamatórias da pele e outros processos inflamatórios com febre;
  • nas costas ou barriga em caso de gravidez.

Faça sua pós-graduação médica na Afya e amplie seus conhecimentos!

Como vimos, a Sound Healing é uma terapia complementar que pode ser utilizada para a promoção da saúde e do bem-estar dos seus pacientes. Proporcionar uma forma inusitada de terapia, como essa, pode ser a chave para uma vida mais saudável em diferentes níveis. Assim, esperamos que este artigo tenha contribuído, de fato, para o conhecimento da possibilidade de cura pelo som.

Gostou deste tema e quer continuar acompanhando publicações como esta? Assine a nossa newsletter gratuita e receba os nossos artigos diretamente em sua caixa de e-mail!

Autor(a)

Os médicos que leram esse post, também leram:

Todos os Posts