Afinal, qual o futuro do atendimento médico?

Ainda que a Medicina esteja extremamente ligada às novas tecnologias e descobertas que facilitam o trabalho de investigação e atuação médica, todos estes recursos estão voltados para os pacientes e sua experiência.

Dessa forma, a qualidade no atendimento médico é um dos indicadores mais importantes para determinar a competência de um profissional da Medicina, em uma clínica ou hospital.

Neste post, você vai descobrir quais fatores vêm influenciando o atendimento e como eles impactam no futuro do atendimento médico como um todo. Além disso, confira as principais previsões para esta área. Boa leitura!

Impactos mais recentes no atendimento médico

Por se tratar de uma área em constante evolução, a Medicina costuma incorporar diversas inovações, tanto no campo da tecnologia quanto do atendimento.

Isso ocorre porque, como estamos falando de uma área da saúde, todas as inovações feitas nesta área têm um impacto direto na otimização da experiência do paciente e na melhora dos processos, como a humanização de consultas e pós-operatórios mais eficientes e tranquilos.

Atualmente, inúmeras transformações foram realizadas no mercado de trabalho e no estilo de vida da população em geral e não poderia ser diferente na Medicina. A seguir, você vai conferir os principais impactos destas mudanças e como elas afetam o atendimento médico de maneira geral.

Pandemia de Covid-19

O primeiro item da lista merece o destaque, já que a pandemia alterou profundamente diversas formas de enxergar a atuação do profissional da Medicina, além de agilizar transformações que já estavam em curso.

Causada pelo vírus Sars-CoV-2, a Covid é uma doença que afeta principalmente as vias respiratórias, mas que apresenta outros sintomas que se assemelham à gripe, como a febre e o mal-estar.

Como medida sanitária, o isolamento social fez com que muitos atendimentos ambulatoriais tivessem que se reinventar, investindo em maneiras remotas de atender e de agilizar a estadia de pacientes mais graves em clínicas e hospitais.

Além disso, os sintomas pouco específicos da Covid, que se confundem com diversos outros quadros, obrigaram os profissionais da Medicina a fazerem anamnese e investigações de histórico de saúde mais detalhados, o que também serviu para aumentar a qualidade e eficiência do atendimento.

Redes sociais

Diferentemente da pandemia e do isolamento social, que foram fenômenos que aconteceram de maneira inesperada, outras transformações que impactam na atuação médica vêm acontecendo já há alguns anos.

Uma delas é o advento das redes sociais, que tem ajudado profissionais da Medicina a se conectarem mais com seus pacientes e compreender suas demandas, o que é cada vez mais importante em um mundo virtual.

Com o estreitamento das relações médico-paciente, os atendimentos têm ficado mais resolutivos, já que muitos profissionais têm uma noção mais apurada das principais dúvidas de seus pacientes.

Além dos benefícios para os pacientes, as redes sociais também ajudam os médicos a conquistarem mais pacientes, principalmente quando é possível se dedicar à produção de conteúdo médico diversificado e de qualidade em redes sociais e demais plataformas.

Inteligência artificial

Outro impacto recente no atendimento médico tem a ver com a constante evolução da tecnologia na tarefa de facilitar o trabalho humano e proporcionar resultados mais satisfatórios.

Embora se trate de um conceito muito amplo, é possível definir a inteligência artificial como a capacidade de softwares de analisar uma grande quantidade de dados, tomar decisões e fazer previsões sobre possíveis cenários futuros.

Com a incorporação da inteligência artificial no consultório e no hospital, o impacto para o profissional da Medicina é gigantesco, já que ele tem acesso a dados já tratados e pode tomar decisões mais embasadas.

Um exemplo de IA, inteligência artificial, que tem se popularizado, principalmente em grandes instituições de ensino, são aquelas que possuem um banco de dados de sintomas e que pode determinar possíveis causas para um determinado quadro, ou seja, fazer um diagnóstico preciso que auxilia o corpo médico em suas decisões de prognóstico.

Avanço nas pesquisas sobre doenças

Além das tecnologias e das consequências da pandemia de Covid-19, outros fatores vêm contribuindo para impactar significativamente no futuro do atendimento médico.

Embora a Medicina seja muito lembrada pelos profissionais que se dedicam em hospitais e que foram fundamentais na linha de frente durante a pandemia, os pesquisadores também são um grupo de profissionais de extrema importância para o avanço das ciências médicas.

É graças a eles, que recentes descobertas e avanços têm sido feitos na tentativa de entender melhor e até curar doenças graves como o câncer, Alzheimer e esquizofrenia.

Graças a estudos e discussões, como a possibilidade de prevenção do Alzheimer, o futuro do atendimento médico pode vislumbrar a melhoria nos tratamentos e atendimentos de novos pacientes.

Aumento no número de clínicas populares

Por fim, um dos principais impactos dos últimos anos no atendimento médico é a ascensão de clínicas médicas populares, modelo de negócio que tem crescido cada vez mais.

Por se tratarem de clínicas que oferecem baixos custos e um atendimento de qualidade para a parcela da população que não pode pagar por tratamentos em clínicas particulares ou esperar na fila do SUS, as clínicas têm se tornado um fenômeno cada vez mais presente.

Elas impactam fortemente no atendimento dos pacientes, já que os médicos que atuam nestes serviços precisam operar em uma lógica pouco mercadológica, voltados principalmente para os esforços de humanização e democratização dos serviços médicos para toda a população.

Com o objetivo de levar a qualidade no atendimento para a sociedade, a popularização destas clínicas faz com que cada vez mais profissionais melhorem sua qualidade de atendimento, prestando mais atenção às demandas e questões socioeconômicas de seus pacientes e clientes.

Quais são as consequências destas mudanças?

Como você viu, não são poucas as transformações recentes que mudaram a forma como os profissionais da Medicina enxergam sua ocupação e que vão lançar novas tendências de atendimento médico.

Agora que você já está familiarizado com os acontecimentos mais significativos para o atendimento médico, já é hora de descobrir quais são consequências destes impactos, isto é, como a Medicina incorporou estas mudanças de maneira positiva.

Continue a leitura e fique por dentro de quais são as mudanças práticas que vão moldar o futuro do atendimento médico, além de conferir as tendências e previsões nesta área.

Telemedicina

Uma das inovações práticas mais úteis da saúde 4.0 tanto para médicos quanto para os pacientes, a telemedicina ganhou força durante o período de isolamento da pandemia de Covid-19, mas tem tudo para ficar!

Juntando os conceitos do atendimento em Medicina com as facilidades do mundo à distância e de novas tecnologias, a telemedicina oferece o atendimento remoto.

Dessa forma, pacientes e médicos podem se conectar para a realização de consultas, devolutivas e até exames de maneira remota, diminuindo os custos com transporte e deslocamento, além de baratear os custos do atendimento.

Além disso, o formato de telemedicina que se popularizou durante a pandemia pode servir de modelo para outras emergências sanitárias futuras, que vão contar com profissionais da saúde mais bem treinados e preparados para estes momentos.

Atendimento paperless

Com o uso cada vez mais natural da tecnologia, muitas clínicas, hospitais e profissionais da Medicina notaram que recorrer às telas e softwares pode ser uma alternativa mais inteligente e prática em relação aos tradicionais métodos de notação.

Embora recursos como os blocos de nota, prontuários físicos e papéis de arquivo para cada paciente tenham tido uma enorme importância para organizar e profissionalizar os serviços nas instituições de saúde, recursos tecnológicos têm substituído estes recursos e apresentado novas vantagens.

Os profissionais da área têm chamado estes recursos de paperless, expressão em inglês que traz o sentido de "sem papel" em português. Utilizando prontuários eletrônicos e outros recursos virtuais, é muito mais fácil de se organizar durante e após as consultas.

Engana-se quem acha que o atendimento paperless traz vantagens apenas para os médicos, que fazem os atendimentos com mais facilidade. Estes recursos também trazem benefícios para os pacientes, já que o atendimento paperless proporciona um atendimento menos focado em papéis e mais focado no próprio paciente, transformando o atendimento em um contato mais humanizado e confortável.

Interoperabilidade na saúde

Embora não seja um conceito tão conhecido, a interoperabilidade na saúde é fundamental para coordenar hospitais, clínicas e instituições de saúde em geral. Você sabe bem o que é este conceito?

De forma geral, interoperabilidade na saúde é um tipo de organização em que todos os setores e softwares da instituição estão conectados, isto é, conversam entre si, de forma a criar uma rede de eficiência e operabilidade.

Na prática, a interoperabilidade auxilia os médicos a não perderem tempo com a junção de dados e outras correlações que seriam facilmente feitas por uma IA, isto é, uma inteligência artificial.

Em uma instituição de saúde com interoperabilidade, por exemplo, anormalidades no exame de um paciente ou substâncias alérgicas podem ser notificadas ao médico responsável, evitando os possíveis erros que ocorreriam se todos os dados precisassem ser checados a todo momento.

Resultados e exames mais precisos

Como todo profissional da Medicina sabe bem, o olhar e a intuição clínicas são atributos fundamentais do médico, já que ele precisa ter uma boa leitura e interpretação do histórico do paciente e conhecimento para intervir de forma eficaz.

Ainda assim, os exames são uma ferramenta valiosa que auxiliam o profissional e se somam com sua intuição e olhar clínico, de maneira a proporcionar o melhor atendimento médico possível.

Um dos principais impactos do contexto médico atual e que tem determinado as novas tendências são os exames e resultados mais precisos e agilizados.

Inovações no PET/CT e em outras tecnologias, como os tomógrafos e Raio-X, têm auxiliado os profissionais a dar diagnósticos mais certeiros e que realmente auxiliam os pacientes e dão maior possibilidade de cura, ou de um tratamento mais eficaz em casos mais graves.

Assim, como você pode imaginar, embora a tecnologia impacte mais diretamente na melhoria de máquinas e dispositivos, isso rapidamente influi no atendimento, que fica cada vez menos invasivo e mais resolutivo.

Mais qualidade no pós-atendimento

Quando pensamos no atendimento médico, em geral, estamos falando do período em que o paciente passa dentro do consultório médico ou em instituições especializadas em realizar exames e outros procedimentos.

Entretanto, uma das grandes revoluções foi começar a pensar no conceito de pós-atendimento, isto é, formas de manter contato com os pacientes, acompanhando sua situação e se assegurando de prestar um serviço mais completo.

Um dos impactos práticos das mudanças feitas pelas políticas de humanização, como a PNH do SUS, é que o pós-atendimento se tornou um serviço de maior qualidade, com médicos que realmente se preocupam em evitar a volta de sintomas, com adaptações ou problemas no pós-operatório etc.

Além de prestar um enorme serviço ético, os médicos preocupados com o pós-atendimento também conseguem fidelizar os pacientes, que se sentem acolhidos e acompanhados em suas necessidades médicas.

Previsões para o futuro do atendimento na Medicina

Como você pôde ver ao longo deste post, diversos acontecimentos, como a pandemia de Covid-19 e o avanço das tecnologias, foram significativas para as transformações que vemos na Medicina hoje.

Estas transformações práticas, como você também viu, são inúmeras e auxiliaram o contexto médico a se tornar muito mais humanizado e resolutivo em quase todas as áreas dentro da Medicina.

Agora que você já viu como o cenário atual da Medicina apresenta uma qualidade cada vez maior, é hora de ficar de olho nas principais previsões para futuro do atendimento médico, já que se atualizar nas tendências é essencial para o seu futuro na Medicina. Confira agora!

Aumento no número de healthtechs

Com hospitais e clínicas focados em atender um grande fluxo de pacientes todos os dias, muitas vezes é preciso que outros profissionais estejam focados em desenvolver e melhorar tecnologias importantes para esta área.

Foi pensando nisso que o modelo de negócio das healthtechs surgiu e vem ganhando cada vez mais força no cenário internacional e também em território brasileiro.

Quando falamos em healthtechs, estamos falando de startups de saúde, isto é, empresas que utilizam a tecnologia para melhorar procedimentos médicos de diferentes formas.

Algumas healthtechs podem desenvolver sistemas otimizados para facilitar a escrita do prontuário ou fechar diagnósticos. Ainda há marcas especializadas no agendamento de consultas e outras facilidades.

Saúde 5.0

Os profissionais mais aplicados já devem ter ouvido sobre o conceito de saúde 4.0. De forma resumida, este conceito significa que estávamos em uma era de introdução da tecnologia no serviço médico, facilitando processos e agilizando o atendimento médico.

Entretanto, vale lembrar que estamos presenciando o período da saúde 5.0, que frisa que o período que estamos já não é mais de introdução das tecnologias, e sim do refinamento destes softwares e facilidades com o foco no paciente, que toma o lugar do diagnóstico como centro do atendimento.

Com a saúde 5.0, como você viu ao longo deste artigo, é possível vislumbrar facilmente o futuro do atendimento médico, já que as facilidades e tecnologias já estão presentes nos atendimentos atuais.

Ficou interessado em novas tendências e outros conhecimentos da área da saúde? Continue no blog da Afya Educação Médica, ex-IPEMED e não perca nenhum conteúdo importante!

Neste post, você conheceu os principais fatores que impactam no atendimento médico. Como você viu, novas pesquisas, a pandemia da Covid-19 e as tecnologias têm transformado profundamente a área.

Além disso, você conheceu os impactos práticos destas transformações, como o advento das healthtechs e outras ferramentas que têm nos levado diretamente para o futuro do atendimento médico.

Se você gostou deste post e quer descobrir outros conteúdos fundamentais para se tornar um profissional completo e competente, siga a Afya Educação Médica, ex-IPEMED nas redes sociais. Você pode nos encontrar no Facebook, Instagram, LinkedIn, além de nosso canal no YouTube.

Autor(a)

Os médicos que leram esse post, também leram:

Todos os Posts