Quais os cuidados que os médicos devem ter nas redes sociais?

Ter presença e relevância nas redes sociais, hoje em dia, é imprescindível para qualquer profissional, inclusive na área médica. No entanto, as práticas para médicos nas redes sociais são diferenciadas e exigem maiores cuidados.

No conteúdo de hoje, vamos falar sobre os benefícios das ferramentas digitais na medicina e os cuidados que todo profissional deve ter ao utilizar as redes sociais. Confira:

O marketing digital na área médica

A presença digital tornou-se indispensável para qualquer negócio ou profissional autônomo que deseja se promover, conquistar relevância e atrair mais clientes.

A área médica não escapa à regra, já que o uso das redes sociais digitais ajuda a ampliar a visibilidade e conquistar a credibilidade de pacientes.

Geralmente, médicos são empreendedores ou microempreendedores que trabalham por conta própria, ou seja, são sua própria marca. Por isso, trabalhar o marketing pessoal e de seu consultório é vital para o sucesso de sua carreira e negócios.

Leia abaixo alguns benefícios que as redes sociais oferecem aos profissionais da área médica.

Benefícios das redes sociais para médicos

Alcance do público potencial

Uma das principais vantagens das ferramentas digitais é ser encontrado, exatamente, quando os seus clientes o estão procurando.

Quando um usuário faz uma pesquisa na internet, o Google algoritmos de inteligência para encontrar as páginas mais relevantes pela internet — isso inclui sites e também redes sociais.

Assim, com a presença frequente nas redes sociais é possível que o Google indique sua página na rede social quando um usuário buscar por serviços de sua especialidade.

Confiança e credibilidade

As redes sociais ajudam a fortalecer o marketing pessoal e a marca de um consultório, por isso é uma grande aliada para médicos.

Por ser um canal de fácil acesso e interação é possível, também, esclarecer dúvidas, receber feedbacks, divulgar serviços e cases de sucesso.

Assim, manter a página atualizada e com presença constante, sempre interagindo com os usuários, ajuda a construir um laço de confiança e credibilidade com os clientes, que é muito importante nos dias de hoje.

Divulgar serviços, marca e diferenciais

Algumas redes sociais como Facebook, Instagram, YouTube e LinkedIn permitem a criação de anúncios para públicos segmentados, o que significa alcançar seus clientes potenciais e despertar suas necessidades.

Imagine que sua área de atuação seja dermatologia e o seu público-alvo são mulheres de 30 a 50 anos que se preocupam com a beleza e saúde. Assim, é possível atingir exatamente essas pessoas e trabalhar suas dores e necessidades para vender seus serviços.

Cuidados para médicos nas redes sociais

A área médica necessita de alguns cuidados para trabalhar o marketing nas redes sociais. Existem algumas regras estipuladas pelo manual de publicidade médica, que devem ser rigorosamente seguidas para evitar problemas.

Confira abaixo algumas dicas para boas práticas para médicos nas redes sociais:

Uso de redes sociais

O Conselho Federal de Medicina já desaconselhou o uso de redes sociais para médicos. Hoje, a utilização dessa ferramenta é liberada, no entanto, é proibido usar um tom sensacionalista como “o melhor”, “o único capacitado”, “resultado garantido”, nas postagens ou garantia de resultados de tratamentos.

Fotos de pacientes

É proibida a divulgação de fotos de pacientes, no estilo “antes e depois”. A regra se estende a todos os meios de divulgação, sejam impressos ou online.

Confidencialidade do paciente

É proibida a divulgação de informações ou imagens que violem a confidencialidade do cliente. Pode parecer uma regra óbvia, porém, é comum acontecimentos do tipo, principalmente com pessoas famosas, como vazamento de informações sobre estado de saúde.

Selfies com pacientes

As regras do Conselho Federal de Medicina limitam a divulgação de selfies com pacientes e profissionais nas redes sociais. Para não ter problemas de confidencialidade do paciente, procure sempre ter um documento assinado com a permissão de uso de imagem.

Informações falsas ou equivocadas

Informações imprecisas e propaganda enganosa são extremamente proibidas e sujeitas à penalização. Tratando-se da área médica, os riscos ainda são maiores, uma vez que a pessoa usa as redes sociais para escolher o profissional mais confiável. Agir de má-fé para se promover pode resultar em graves consequências.

Perfil profissional e perfil pessoal

É aconselhável para qualquer profissional, principalmente médicos, que separem suas redes sociais profissionais das redes sociais pessoais, tendo sempre cautela com o uso do perfil pessoal, pois ele influencia a imagem que o profissional transmite no perfil profissional.

Obter vantagens por meio de terceiros

É proibido usar aparelhagens e marcas fortes no mercado com o único propósito de atribuir diferenciais, exclusividade e obter vantagem privilegiada aos concorrentes.

Preços e condições de pagamento

É proibida a divulgação de preços e promoções, assim como condições de pagamento, como parcelamentos ou descontos.

Opiniões

É indicado ter cuidado com a exposição de opiniões nas redes sociais, seja em perfil pessoal ou profissional, pois elas podem interferir em sua imagem e conduta profissional.

Feedbacks, comentários e reclamações

Ao se expor nas redes sociais é preciso estar aberto a críticas e reclamações que possam acontecer. Lembre-se de que esse é um canal aberto.

Responda às críticas e reclamações sempre com cordialidade e humildade, mostrando-se aberto a melhorar e nunca estenda uma discussão. Casos delicados devem ser resolvidos em meios reservados como chat, e-mail, ligações ou pessoalmente.

Como você pode ver, investir nas redes sociais é uma ótima opção para médicos que querem ampliar a marca de seu consultório e crescer em sua carreira. Da mesma forma, é muito importante tomar os devidos cuidados antes de montar o seu planejamento de marketing.

Exemplos de conteúdos para redes sociais de médicos

Independentemente de qual seja a sua área de atuação, o dever de um médico é contribuir com a saúde e bem-estar da sociedade. Assim, conteúdos interessantes, que podem ajudar o paciente a ter uma mais saudável, podem ser publicados nas suas redes sociais. Veja algumas dicas:

  • como conquistar o bem-estar físico, mental e psicológico;
  • conteúdos sobre saúde e longevidade;
  • benefícios da alimentação saudável;
  • notícias sobre campanhas de prevenção e doenças crônicas (diabetes, hipertensão etc.);
  • como prevenir doenças sazonais (dengue, zika, febre amarela) e ter mais qualidade de vida;
  • frases de incentivo para uma vida mais saudável;
  • estudos e pesquisas sobre doenças como HIV, Tuberculose e outras que geram dúvidas.

Gostou do conteúdo? Agora que você aprendeu quais as melhores práticas de médicos nas redes sociais, compartilhe essas informações em suas redes sociais! Contribua com o bom uso dessa ferramenta pelos profissionais da área da saúde!

Autor(a)

Os médicos que leram esse post, também leram:

Todos os Posts