Conheça as principais tendências de marketing na saúde para 2023

Com tantas novidades tecnológicas em vários setores, na Medicina não seria diferente não é mesmo? Assim, as tendências de marketing na saúde estão mais presentes no dia a dia da divulgação desse tipo de serviço para o consumidor da saúde.

Nesse sentido, há muitas tendências que já estão virando realidade e outras que ainda estão por vir para o médico do futuro bem próximo, ainda em 2023. E o crescimento é de forma exponencial.

Em 2021, por exemplo, deu-se um aumento de 79% no investimento em empresas de saúde digital mundialmente falando, de acordo com o relatório anual State of Digital Health.

Já no Brasil, especificamente, um levantamento da plataforma Sling Hub, apontou que, em 2020, existiam 542 empresas seguindo as tendências de marketing em saúde e que esse número — pasme! — saltou para 1.158 em 2021, quando o valor movimentado por elas foi de cerca de R$ 1,8 bilhão.

Antes de falar das tendências de marketing na saúde propriamente ditas, falaremos um pouco das tendências em saúde de um modo geral, já que elas ditam o contexto para as ações de comunicação. Vamos conhecer todas elas?

Qual a importância dos médicos atentarem para as tendências na saúde?

É muito importante para os médicos estarem atentos às tendências da área da saúde, pois isso permite que eles defendam os melhores cuidados possíveis aos seus pacientes. Algumas razões pelas quais isso é importante incluem:

Melhorar a qualidade do atendimento

Ao estar ciente das tendências e avanços na área da saúde, os médicos podem aplicar as práticas mais eficazes em seus tratamentos. Isso pode levar a melhores resultados para os pacientes atendidos e uma maior satisfação com os recebidos.

Acompanhar as mudanças na tecnologia

A tecnologia está sempre evoluindo na área da saúde, e os médicos precisam estar atualizados sobre as novas ferramentas e equipamentos disponíveis. Isso pode ajudar os médicos a fazer diagnósticos mais precisos e oferecer tratamentos mais eficazes.

Manter-se atualizado com as melhores práticas

As melhores práticas na área da saúde estão em constante evolução, e os médicos precisam estar atualizados com as últimas pesquisas e estudos. Isso pode ajudar os médicos a oferecer tratamentos mais eficazes e garantir que seus pacientes estejam recebendo os cuidados mais atualizados.

Acompanhar as tendências de saúde pública

As tendências de saúde pública podem afetar a maneira como os médicos oferecem cuidados aos seus pacientes. Ao estar ciente das tendências atuais, os médicos podem se preparar melhor para lidar com problemas de saúde pública e ajudar a prevenir surtos de doenças.

Assim, há que se olhar para a saúde do Brasil, buscando a implementação de projetos essenciais para os brasileiros, destacando:

  • o resgate do programa nacional de vacinação, por apresentar queda de cobertura a níveis preocupantes. O objetivo é recuperar a imunização da população superando os 95%;
  • o enfrentamento à pandemia de Covid-19 no sentido de compreender seu impacto na qualidade de vida da população (sobretudo quando falamos em covid prolongada ou nas doenças causadas por quem teve a doença, como asma e doenças vasculares), buscando recursos para garantir uma gestão eficiente nessas situações;
  • a estabilização do programa Farmácia Popular e da Assistência Farmacêutica no SUS, visando restabelecer o fornecimento de medicamentos para o tratamento de doenças graves (como hepatite e HIV) ou crônicas como hipertensão, diabetes, asma etc., além da busca para reduzir a fila de espera dos serviços do SUS;
  • a desburocratização do sistema de saúde privada, fundamental para aprimorar a saúde como um todo;
  • aos cuidados com a saúde mental e com os idosos, sobretudo os com mais de 75 anos;
  • os investimentos em tecnologias e em qualificação profissional.

Em resumo, estar atualizado sobre as tendências da área da saúde é fundamental para que os médicos possam oferecer os melhores cuidados possíveis aos seus pacientes e garantir que estejam atualizados com as melhores práticas da área.

Saúde digital

Se refere ao uso de tecnologias digitais para promover a saúde e serviços de saúde, como aplicativos de saúde, wearables, telemedicina, mídias sociais e outras ferramentas e meios digitais que o futuro reserva para a saúde.

Tais tecnologias são cada vez mais populares à medida que pacientes e profissionais de saúde buscam formas mais eficazes e efetivas para o gerenciamento da saúde. Mas para que funcionem, as empresas precisam utilizá-las para:

  • oferecer serviços de diagnóstico e tratamento à distância;
  • ter uma boa comunicação com os usuários;
  • fornecer informações em saúde;
  • monitorar os pacientes online.

A ideia é permitir que o marketing de saúde digital use as tecnologias recentes na criação de campanhas publicitárias tão eficientes quanto personalizadas.

Como exemplo, as instituições podem utilizar os dados de saúde coletados pelos dispositivos vestíveis visando personalizar os anúncios para os pacientes embasados nas suas necessidades individuais, aumentando o engajamento dos usuários.

Um exemplo é o programa do Proadi-SUS — com o projeto "Ambulatório de Tele-especialidades", que aponta o potencial da telemedicina pelo simples fato de evitar visitas desnecessárias ao pronto-socorro.

O projeto se multiplica, garantindo maior equidade de acesso à saúde em locais remotos e carentes de profissionais de saúde, levando médicos a mais de 190 pontos da região Norte do Brasil, que têm o apoio remoto dos especialistas para avaliar os casos mais complexos.

Dessa forma, é possível fazer uma triagem antes de encaminhar os pacientes aos hospitais, muitas vezes distantes, a dias de viagem de barco, por exemplo.

Os pacientes mais beneficiados são aqueles que buscam atendimento nas especialidades:

Em resumo, ao invés do paciente ir até o especialista, é ele quem vai ao paciente. Além disso, o projeto demonstrou a eficácia de um ciclo virtuoso.

Um "ciclo do bem" que proporciona, graças à telemedicina, a redução de custos de transportes, a liberação de recursos para as demais prioridades das comunidades atendidas. Felizmente, o projeto está se expandindo para Nordeste e Centro-Oeste.

Como acompanhar e se adequar às tendências em saúde para a carreira médica?

Acompanhar e se adequar às tendências em saúde, como as trazidas no SXSW 2023, é essencial para qualquer profissional da área médica, pois isso ajuda a manter-se atualizado em relação às novas tecnologias, descobertas e práticas que podem melhorar o atendimento aos pacientes. Aqui estão algumas maneiras de se manter atualizadas:

Ler artigos e pesquisas científicas

Fique de olho nas publicações científicas e nas revistas especializadas em sua área de atuação. Elas fornecem informações atualizadas sobre novas descobertas, tecnologias e tratamentos.

Participar de eventos

Participe de conferências, palestras e outros eventos relacionados à sua área de atuação. Isso pode ajudar a conhecer as tendências e estabelecer contatos com outros profissionais.

Redes sociais

Outra atitude que não pode ficar de fora é seguir profissionais da sua área de atuação nas redes sociais, e se inspirar em suas ações positivas. Muitos deles aprenderam informações e artigos sobre as últimas tendências em saúde.

Educação continuada

Participar de programas de educação continuada é importante para manter-se atualizado sobre as tendências em saúde. Procure por programas de treinamento, cursos e workshops em sua área de atuação.

Grupos de discussão

Junte-se a grupos de discussão on-line ou off-line para se conectar com outros profissionais da área e discutir as tendências em saúde. Lembrando que a evolução às tendências em saúde não significa adotar qualquer nova prática ou tecnologia sem estudo e análise adequados.

Por isso, é importante avaliar a aplicabilidade dessas tendências em sua prática médica e o impacto na saúde dos pacientes antes de adotá-las.

Quais são as tendências de marketing na saúde para 2023?

Confira algumas tendências gerais que podem continuar a impactar o marketing médico nos próximos anos.

Uso crescente de marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é uma abordagem que se concentra em fornecer informações úteis e valiosas para os pacientes em vez de simplesmente promover serviços ou produtos médicos. Essa abordagem está se tornando cada vez mais popular no setor médico e pode continuar a crescer em 2023.

Personalização no atendimento

A personalização de campanhas de marketing é uma tendência que já vem crescendo nos últimos anos e pode continuar a evoluir em 2023. Com as tecnologias cada vez mais avançadas, é possível obter informações inspiradas sobre os pacientes e, assim, personalizar as campanhas de marketing de acordo com suas necessidades e motivados.

Uso de inteligência artificial

A inteligência artificial já está sendo usada em várias áreas da medicina e também pode ter um impacto significativo no marketing médico. Com o uso da IA, é possível obter insights mais precisos sobre o público-alvo e melhorar a eficácia das campanhas de marketing.

Uso de mídias sociais

As mídias sociais já são usadas há algum tempo para marketing digital médico, e essa tendência pode continuar em 2023. As redes sociais oferecem uma plataforma para compartilhar informações sobre serviços médicos e alcançar um grande público-alvo.

Foco na experiência do paciente

O foco na experiência do paciente tem sido uma tendência crescente no setor médico nos últimos anos, e isso também pode se refletir no marketing médico. Os pacientes esperam uma experiência personalizada e positiva em todas as etapas de seu contato com o sistema de saúde, e o marketing pode desempenhar um papel importante nesse sentido.

Tomada de decisões baseadas em dados

Uma estratégia que utiliza informações e dados para as campanhas de marketing na área da saúde são muito mais assertivas. Isso inclui a coleta e análise de dados sobre o comportamento do público-alvo, tendências de mercado e desempenho das campanhas de marketing anteriores.

Com esses dados, os profissionais de marketing podem desenvolver campanhas mais personalizadas e direcionadas, identificar as melhores plataformas de publicidade para alcançar o público-alvo e medir o sucesso das campanhas com mais precisão.

O uso de dados é uma das tendências de marketing na saúde porque pode ajudar instituições do setor a tomar decisões sobre como alocar recursos e investimentos para alcançar seus objetivos de negócios.

Isso pode incluir identificar oportunidades de crescimento e expansão de serviços, identificar nichos de mercado ou avaliar a eficácia de programas e iniciativas de saúde existentes.

Voice User Interface (VUI)

É uma estratégia de marketing que envolve o uso de assistentes virtuais de voz, como a Alexa da Amazon, o Google Assistant e a Siri da Apple, para fornecer informações e interação com o público na área de saúde.

As VUIs são projetadas para interagir com os pacientes por meio de comandos de voz e podem fornecer informações úteis sobre questões de saúde, como:

  • as informações sobre medicamentos e tratamentos;
  • a localização de intercorrências médicas;
  • os horários de funcionamento;
  • a marcação de consultas.

O marketing de saúde com VUI pode ser usado por empresas farmacêuticas, hospitais, clínicas, terapias e outras empresas de saúde para aumentar o engajamento do público, melhorar a experiência do paciente e fornecer informações úteis e relevantes sobre a saúde.

Uso de realidade virtual e aumentada

A tecnologia de realidade virtual e aumentada está se tornando cada vez mais acessível e pode ser usada para melhorar a comunicação com os pacientes. Por exemplo, é possível usar essas tecnologias para fornecer informações sobre procedimentos médicos de uma maneira visual e interativa.

Telemedicina e saúde digital

A pandemia acelerou a adoção da telemedicina e, em 2023, espera-se que as consultas médicas virtuais sejam mais comuns. Isso significa que o marketing da saúde precisa ser adaptado para promover esses serviços e educar os pacientes sobre as vantagens e proteção.

São exemplos:

  • Dycare — fisioterapia por acesso e monitoramento remoto;
  • SleepUp — atendimento para pessoas com insônia.

Miniaturização

As aparelhagens médicas estão se "miniaturizando", garantindo maior flexibilidade, tanto de transporte quanto pelos preços mais acessíveis, possibilitando a aquisição por mais profissionais de saúde.

Tais equipamentos adentram várias especialidades da Medicina como nos serviços de laboratório, nas cirurgias, na imaginologia, etc. Alguns exemplos são:

  • Refined Laser: examina a pele, trazendo resultados imediatos, sem a necessidade de laboratórios;
  • MeiLuft: um microscópio a laser transportável, que possui o tamanho de duas caixas de sapatos.

Saúde mental e bem-estar

A saúde mental e o bem-estar serão uma prioridade ainda maior em 2023. O marketing da saúde precisará se adaptar para abordar essas questões de forma mais eficaz, educando os pacientes sobre as opções de tratamentos disponíveis e promovendo um estilo de vida saudável e equilibrado.


E então, quais destas tendências você pretende implementar no seu dia a dia?

É importante lembrar que essas são apenas algumas das tendências sobre o marketing médico nos próximos anos e que outras ainda surgirão à medida que a tecnologia avançar e conforme as necessidades dos pacientes evoluírem.

Nesse artigo, você conferiu diversas informações sobre as tendências de marketing na saúde, como o destaque à importância dos profissionais de Medicina em estarem atentos a elas e a buscarem aplicá-las em sua prática médica para facilitar o atendimento (que pode ser mais rápido e efetivo) e beneficiar a população que utiliza estes serviços.

Gostou do conteúdo? Agora, assine nossa newsletter e tenha acesso aos novos conteúdos diretamente em seu e-mail assim que forem publicados.

Autor(a)

Os médicos que leram esse post, também leram:

Todos os Posts