Sua carreira médica: as oportunidades para o especialista em Endocrinologia

O endocrinologista vem se tornando um médico especialista cada vez mais relevante em um país como o Brasil: segundo dados do OCDE, 25% dos brasileiros estão obesos. Esse número nos coloca muito próximo de níveis de obesidade populacional dos países mais ricos, como EUA e Reino Unido.

O diabetes, frequentemente associado à obesidade, já atinge 8,5% dos brasileiros, com números que não param de crescer. Esses são apenas alguns dos problemas de saúde enfrentados pelos brasileiros ligados ao sistema endócrino. Diante desse cenário, você já considerou a Endocrinologia como opção para sua carreira médica?

Especialista em Endocrinologia

A Endocrinologia é a especialidade médica responsável pelo estudo das glândulas endócrinas e atenção em saúde aos pacientes com doenças relacionadas ao sistema endócrino, como a obesidade, diabetes, doenças da tireóide, desordens da glândula hipófise, distúrbios da menstruação, entre outras.

No Brasil, há duas formas de atuar como nessa especialidade: pela residência médica na área e também por meio de uma pós-graduação médica em Endocrinologia. O aluno pode ainda prestar uma prova de título de especialista na entidade da área.

Pós-graduação em Endocrinologia

A pós-graduação em Endocrinologia, embora não garanta título de especialista do Conselho Regional de Medicina, é uma importante via de atualização profissional para o médico que escolhe a área na sua carreira. Durante o curso o aluno tem acesso a uma compreensão aprofundada dos fundamentos teórico e práticos da especialidade, aperfeiçoa suas avaliações clínicas e, consequentemente, o cuidado que oferece aos portadores de doenças endócrino-metabólicas.

O aluno ainda conhece técnicas para a abordagem de problemas de saúde dentro dos protocolos específicos, além de desenvolver uma visão crítica da realidade da saúde, identificando possíveis fatores determinantes para propor alternativas.

Um pouco de história

O início da Endocrinologia remete há mais de 200 anos de história. No século XIX, médicos pesquisadores descobriram com mais detalhes as funções das glândulas no corpo humano. Ao longo do século XX foi compreendida a função da hipófise na produção dos hormônios, como eles agem no organismo e impactam a saúde, mudando para sempre o entendimento da medicina e consolidando a Endocrinologia como área crucial das ciências médicas.

Atuação profissional

A Endocrinologia é uma especialidade predominantemente ambulatorial, com raras ocorrências de urgências hospitalares ou internações para acompanhamento dos pacientes que evoluem para algum quadro clínico mais grave. O profissional, na maioria da vezes, atua sozinho, frente a frente com o paciente, em que o estreitamento da relação médico-paciente é fundamental para a boa evolução de qualquer tratamento endocrinológico.

As principais frentes de atuação do endocrinologista são:

  • Atendimento em ambulatório/consultório
  • Médico responsável pelo setor de provas funcionais em laboratórios de análises clínicas
  • Aulas para graduação e pós graduação em endocrinologia
  • Parecerista em hospital geral

Exemplos de atuação do endocrinologista

O endocrinologista pode atuar na análise e indicação de tratamento de muitos problemas relacionados ao sistema endócrino, entre eles:

  • Andropausa e menopausa
  • Colesterol e Triglicerídeos
  • Crescimento anormal em crianças e adultos
  • Diabetes
  • Distúrbios da Menstruação
  • Distúrbios da Puberdade
  • Doenças da Glândula Supra-Renal
  • Doenças da Hipófise
  • Excesso de Pelos
  • Obesidade
  • Osteoporose
  • Reposição Hormonal da Menopausa
  • Tireoide
Segundo dados das Demografia Médica, o Brasil tem hoje aproximadamente 5.300 endocrinologistas registrados. A especialidade ocupa a 19ª colocação entre as especialidades mais procuradas pelos médicos brasileiros.

Oportunidade para médicos especialistas em Endocrinologia

Entre as especialidades médicas com mais profissionais registrados no país, Endocrinologia e Metabologia ocupam apenas a 19ª posição, segundo dados da Demografia Médica. Os endocrinologistas são apenas 1,4% do total de especialistas atuantes no país hoje, o que significa enorme potencial de oportunidades para novos profissionais.

As regiões Norte e Nordeste do país, que tradicionalmente concentram menos médicos por capita, especialmente os médicos especialistas, são as áreas do país com grande oportunidades para novos especialistas.

Novos campos de atuação para o endocrinologista

A área da Endocrinologia permite um campo de atuação muito amplo e também de muita descobertas técnica-científica. Não é raro que profissionais da área descubram novas formas de tratar distúrbios do sistema endócrino já conhecidos como, por exemplo, um procedimento para equilíbrio hormonal com menos efeitos colaterais para o paciente. Os profissionais endocrinologistas que atuam no campo científico têm feitos descobertas fenomenais nas últimas décadas:

  • O transplante de células pancreáticas para a cura da diabetes
  • Estudos e análises do DNA de indivíduos para descobrir antecipadamente a mutação em genes que causam alterações no sistema endócrino
  • Tratamento de diabetes e demais doenças do sistema endócrino com base em células-tronco

Viu só como a Endocrinologia pode ser uma campo de trabalho cheio de oportunidades profissionais e técnicas? Seja como médico atuando na área clínica ou na pesquisa, o endocrinologista tem um futuro promissor pela frente.

Autor(a)

Os médicos que leram esse post, também leram:

Todos os Posts