Escolha sua especialidade médica com 5Rs

Ao embarcar na jornada de escolher uma especialidade médica, jovens médicos se deparam com uma decisão que moldará significativamente suas carreiras e vida pelos próximos 40-50 anos.

Uma decisão tão importante mas que, muitas vezes, é tomada sem a devida profundidade e sem olhar todos os ângulos do processo decisório. Para isso, uma forma simples, mas muito profunda, é analisar as especialidades pretendidas não apenas baseando-se em um único critério mas, sim, em diversos deles.

Neste contexto, o framework dos 5Rs oferece uma orientação valiosa, abrangendo os aspectos de Rotina, Remuneração, Realização, Raciocínio e Recursos.

Rotina

Em diferentes especialidades médicas varia enormemente. Alguns médicos podem preferir o dinamismo de um pronto-socorro, enquanto outros encontram satisfação em consultórios tranquilos. É essencial que o jovem médico reflita sobre o tipo de ambiente de trabalho que melhor se alinha com seu bem-estar e estilo de vida desejado. Também é fundamental entender a rotina daquela especialidade e se basear na regra, e não na exceção.

Remuneração

Quando se trata de remuneração, é inegável que algumas especialidades médicas oferecem tetos e possibilidades mais atraentes. Contudo, é importante equilibrar essa busca por uma remuneração atraente com a paixão e a satisfação na carreira escolhida. Afinal, uma carreira gratificante vai além do aspecto financeiro.


Realização

A realização pessoal e profissional é um fator crucial na escolha de uma especialidade. O jovem médico deve considerar em que área se sentirá mais realizado, seja ajudando pacientes a superar doenças crônicas, realizando procedimentos cirúrgicos complexos ou conduzindo pesquisas inovadoras. A melhor forma de mensurar esse critério é o nível de satisfação que você sente ao vivenciar a especialidade pretendida: você nem vê o tempo passar ou fica contando os minutos para ir para casa?



Raciocínio

O Raciocínio desempenha um papel fundamental na Medicina, e diferentes especialidades demandam diferentes tipos de habilidades intelectuais. Algumas especialidades podem exigir um forte raciocínio diagnóstico, enquanto outras são mais focadas em pesquisa ou habilidades práticas. Identificar a afinidade com estes diferentes estilos de raciocínio pode ser um indicativo valioso na escolha da especialidade e também o quanto você gosta de estudar os principais temas do assunto.



Recursos

Por último, os recursos necessários variam significativamente entre as especialidades. Alguns campos requerem conhecimento avançado em tecnologias de ponta, outros dependem mais de habilidades interpessoais e de comunicação. Também é importante avaliar o tempo de formação e o seu momento de vida, assim como seus objetivos de longo prazo: se deseja se estabelecer em um grande centro ou migrar para o interior. Avaliar a disponibilidade e o interesse em trabalhar com esses recursos é um aspecto importante da decisão a fim de proporcionar uma maior conexão entre o que a especialidade oferece e a vida que você busca viver.

Portanto, ao considerar o caminho a seguir, a decisão não pode e não deve ser binária. É fundamental levar em conta esses critérios mas, principalmente, buscar ao máximo vivenciar a especialidade pretendida uma vez que sua avaliação vai ser muito mais precisa assim.

Confira o Infográfico completo sobre os 5Rs

Autor(a)
Dr. Bernardo Precht

Co-fundador do "Além da Medicina", Forbes 30 under 30 e head de produtos digitais Afya Educacional S.A. Médico cirurgião geral.

Os médicos que leram esse post, também leram:

Todos os Posts