Ergonomia no consultório: dicas para cuidar do bem-estar durante o trabalho

Uma ciência que estuda a relação entre o homem e o ambiente de trabalho, visando  aprimorar o desempenho, a prevenção de lesões e doenças relacionadas às atividades exercidas nas profissões: isso é ergonomia

Mas por que estamos falando sobre isso afinal? Sabemos que a rotina de um médico não é fácil e isso se deve, principalmente, às longas jornadas de trabalho, no consultório ou em hospitais. Então, nada mais justo do que incluir a ergonomia na rotina desse profissional.  

Pensar em ergonomia no espaço de trabalho do médico ajuda a manter o ambiente adequado e saudável para o bom desempenho de suas atividades. Essas condições adequadas contribuem não apenas para reduzir riscos de lesões ergonômicas, mas também para evitar acidentes de trabalho e melhorar a saúde física e mental de todos os colaboradores que convivem no mesmo espaço.

Vale destacar que esses fatores, quando negligenciados, podem gerar afastamentos, elevar custos e prejudicar a saúde dos colaboradores. Por isso, no post de hoje, vamos explicar sobre os benefícios da ergonomia e sua importância para a saúde e bem-estar do médico.

Explicando a ergonomia

Ergonomia vem da junção de “ergos” – trabalho com “nomos”, regras. Sua função é proporcionar melhores condições de trabalho, adaptando o trabalho ao trabalhador, otimizando seu bem-estar e o seu desempenho profissional.

No consultório médico, a ergonomia pode ser aplicada de várias formas, como na organização do ambiente, no uso de tecnologia, de mesas e cadeiras adequadas, entre outras adaptações – visando sempre o bem-estar do médico e de seus pacientes

Algumas dicas para melhorar o seu espaço de trabalho:

  • Utilize sempre cadeira adequada para atendimento, com encosto, assento firme e na altura certa;
  • A mesa de atendimento também deve estar na altura correta, assim como o computador;   
  • Busque sempre liberar espaço suficiente para a circulação de pessoas em seu consultório, principalmente onde há maior tráfego;
  • Evite deixar papéis armazenados em prontuários e pastas de papel. Como alternativa ergonômica, utilize o prontuário eletrônico;
  • Previna acidentes deixando medicamentos e produtos perigosos fora do alcance dos pacientes e acompanhantes;
  • Cuide da sua postura corporal e faça exercícios regularmente para evitar doenças osteoarticulares relacionadas ao trabalho.

Por que é importante ter um ambiente de trabalho ergonômico?

Vale lembrar que, além de cuidar dos pacientes, o médico deve zelar também pela própria saúde. Uma boa ergonomia nesses ambientes pode evitar graves lesões e doenças relacionadas à atividade profissional exercida. Muitas vezes, a má conduta ergonômica levam esses profissionais a se ausentar do trabalho, afetando a qualidade do atendimento médico.

Dicas para aplicar a ergonomia na sua clínica médica

No consultório médico, a ergonomia abrange tudo o que envolve a organização do ambiente e isso inclui o fluxo de pacientes, o uso de tecnologia, entre outras adaptações. Ela objetiva aumentar o conforto e integração do médico e de seus pacientes ao ambiente. Acompanhe mais dicas:

Procure um especialista em ergonomia

Lembrando que é uma área multidisciplinar, portanto, algumas têm mais afinidade como Arquitetura, Fisioterapia, Medicina, Terapia Ocupacional e Tecnologia em Segurança do Trabalho. Antes de tudo, consulte um especialista para avaliar o seu ambiente de trabalho e identificar as áreas que precisam de melhorias.

Conhecimento em primeiro lugar

Aprenda a usar os equipamentos ergonômicos corretamente e ensine seus funcionários também. Uma ideia é promover ações de conscientização sobre a importância da ergonomia no ambiente de trabalho.

Invista em equipamentos ergonômicos

Adquira equipamentos de trabalho que atendam à ergonomia, como suportes para o monitor e teclado, cadeiras com encosto e altura ajustáveis etc.

Tenha um espaço de trabalho saudável e organize o consultório

Implemente políticas e procedimentos para ajustar as posições dos equipamentos e móveis no ambiente de trabalho, de acordo com as recomendações do especialista.

Momentos de pausa no trabalho

Faça pequenos intervalos durante o tempo de trabalho para alongar e movimentar o corpo. Incentive seus funcionários a fazerem o mesmo.

Estimule os movimentos físicos

Crie cronogramas de ginástica laboral ou acesso a programas de treinamento sobre ergonomia.

 

Gostou do post? Quer conhecer mais sobre os cursos de pós-graduação da IPEMED? Então, saiba por aqui em nossos cursos.

Autor(a)

Os médicos que leram esse post, também leram:

Todos os Posts