E-mail marketing: como usar para atrair pacientes?

Se você pensar na quantidade de e-mails que recebe todos os dias, pode até achar o envio de e-mail marketing desnecessário. No entanto, esse é um dos canais de marketing mais eficientes em diversas áreas, incluindo a medicina.

Afinal, são quase 4 bilhões de contas de e-mail no mundo, um número muito superior a qualquer rede social. Com a vantagem de poder construir uma estratégia direcionada para atingir um público específico, ou seja, seus pacientes em potencial.

A questão é que é preciso adequar o envio, pois uma experiência negativa pode levar ao descadastramento dos destinatários. Por isso, neste post mostramos como adotar uma estratégia acertada para atrair pacientes para o seu consultório. Confira!

Faça a segmentação do seu público

Existem diversas ferramentas de envio de e-mail que facilitam a segmentação do público. Assim, você não precisa mandar a mesma coisa para toda a sua base de pacientes em potencial. O melhor é fazer listas menores (segmentos), de acordo com os interesses de cada um.

Por exemplo, se você atende em duas especialidades médicas diferentes, pode enviar e-mails marketing apenas para os interessados em cada uma delas. Outros critérios, como idade, localização e preferências também podem ser usados. O mais importante é focar o conteúdo de acordo com a relevância para o público que vai receber.

Aproveite datas especiais

Outra dica é tentar aproveitar alguns momentos para manter um relacionamento com os seus pacientes. É o caso de datas comemorativas ou que sejam especiais para o seu público. Você pode enviar, por exemplo, no Natal, no aniversário do paciente, no aniversário do consultório e em muitas outras datas.

Da mesma forma, as datas podem servir de gancho para convidar as pessoas a se consultarem. Por exemplo, falar sobre a maior incidência de alergias no inverno, ou sobre os excessos cometidos nas festas de fim de ano.

Capriche no layout

Assim como os demais materiais de marketing do seu consultório, é fundamental ter um cuidado com a aparência dos e-mails. Eles precisam ter um layout bonito, adequado ao seu mercado e à identidade visual do seu negócio. Isso não significa se prender a um modelo ou padrão.

Pelo contrário, é possível inovar, buscando sempre alternativas mais atraentes e que tragam mais destaque ao seu e-mail. Lembre-se de que ele provavelmente não será o único que cada paciente receberá naquele dia.

Utilize uma linguagem adequada

Da mesma forma, o texto precisa ser atrativo, interessante e trazer um conteúdo relevante para as pessoas. A linguagem deve ser adequada aos seus pacientes, falando diretamente para ele. Ou seja, de nada adianta tentar ser mais jovial se seu público é mais conservador e vice-versa.

Antes do disparo, é muito importante dedicar uma atenção especial ao assunto do e-mail, pois é isso que determinará se a pessoa vai abri-lo ou não. De nada adianta construir um e-mail muito interessante se ninguém o visualizar.

Monitore seus resultados

Por fim, é preciso verificar se a estratégia de e-mail marketing está dando certo. Se você optar por uma ferramenta de disparo (muitas são gratuitas), ela mesma pode gerar relatórios que mostram quantas pessoas abriram o e-mail, quantas foram direcionadas para o seu site, quantas marcaram consultas a partir dos envios, entre outros dados.

Assim, você pode ver o que está dando certo e o que é necessário mudar. É bom acompanhar os resultados de cada e-mail e procurar entender os motivos para aquele resultado.

O fato é que a estratégia de e-mail marketing pode ser muito importante para você atrair mais pacientes e manter um relacionamento com os atuais. Saiba usá-la a seu favor e potencialize o seu sucesso!

Como usar o e-mail marketing na prática?

Agora que você já sabe quais são as melhores práticas do e-mail marketing, é hora de explicar como você pode aplicar essa estratégia no dia a dia. Para que você não perca tempo enviando manualmente as mensagens para seus pacientes, o ideal é contar com uma ferramenta de e-mail marketing exclusiva para a área da saúde.

Diferente de uma plataforma genérica, um sistema de e-mail feito para profissionais de saúde busca respeitar todas as regras de publicidade do CFM e possui personalizações para a área médica. Ou seja, os desenvolvedores sabem que você está se comunicando com os pacientes e conhecem sua rotina, por isso, criaram um e-mail marketing fácil de ser usado e que conversa com sua área.

Normalmente uma ferramenta de e-mail marketing é encontrada em um software médico que possui outras funcionalidades importantes, como prontuário eletrônico, Teleconsulta, agenda médica, assim por diante. Ao analisar suas opções, busque conteúdos que expliquem como a ferramenta funciona e considere um sistema que ofereça teste gratuito. Dessa forma, você sabe exatamente no que está investindo.

O que achou do post? Quer ver outras estratégias além do e-mail marketing para atrair mais pacientes e alavancar a sua carreira médica? Assine nossa newsletter e receba mais conteúdos como este!

Autor(a)

Os médicos que leram esse post, também leram:

Todos os Posts