Dia Mundial do Idoso: a importância da Geriatria para a saúde na melhor idade

Autor(a)

O dia 1º de outubro marca a data em que se celebra o Dia do Idoso. Em diversos países do planeta - incluindo o Brasil - essa é uma das faixas etárias populacionais que mais cresce. Esse fenômeno se dá, principalmente, por conta da melhoria dos indicadores sociais, de saúde pública e, em especial, do desenvolvimento de tratamentos e medicamentos cada vez mais avançados.

Nos países em que a população fica cada vez mais idosa, como é o caso do Brasil, a atenção em saúde a essa camada da população ganha muita relevância. É aí que entra em cena a importância da Geriatria como especialidade médica voltada ao cuidado dos idosos.  

O que é a Geriatria?  

A Geriatria é uma especialidade médica que busca a promoção da saúde, prevenção, tratamento de doenças, reabilitação e cuidados paliativos de indivíduos em idade avançada. O geriatra é profissional que atende as grandes síndromes geriátricas: insuficiência cognitiva, imobilidade, instabilidade postural e quedas, incontinência, suas causas e consequências. É, também, um relevante campo das ciências médicas, atuando na pesquisa dos aspectos da longevidade nos seres humanos.  

Carreira na Geriatria  

O campo de atendimento do geriatra vai desde a promoção do envelhecimento saudável, adequado às características do corpo do idoso, até o tratamento e a reabilitação dos mais velhos com a saúde comprometida. Seu trabalho é bastante amplo, em geral, atuando em parceria com uma equipe multidisciplinar. O trabalho de avaliação clínica do paciente deve ser feita de forma minuciosa, avaliando fatores psicossociais, escalas e testes.

O trabalho do geriatra envolve o diagnóstico e tratamento de muitas doenças relacionadas aos idosos, entre elas:  

  • Demências
  • Hipertensão arterial
  • Diabetes
  • Osteoporose
  • Tonturas
  • Incontinência urinária
  • Quedas sucessivas
  • Cuidados paliativos aos pacientes portadores de doenças sem possibilidade de cura.
Segundo dados da última Demografia Médica, há 2.143 profissionais registrados no país nesta especialidade, ocupando a 38ª posição entre as especialidades médicas mais procuradas pelos médicos brasileiros.

O curso de pós-graduação lato sensu em Geriatria capacita o médico para uma atuação de qualidade junto ao paciente idoso, na promoção da sua saúde e garantia de bem estar nessa fase da vida. O médico que opta por uma especialização na área pode ainda obter um título de especialista por meio da residência médica e também pela aprovação na prova de título da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG).  

Quer saber mais sobre a carreira na Geriatria e o curso de pós-graduação nesta área? Baixe agora o e-book exclusivo da Faculdade IPEMED.

Qual a diferença entre Geriatria e Gerontologia?  

Enquanto a Geriatria atua especificamente sobre os aspectos físicos, na promoção e cuidado de saúde ao indivíduo idoso, a Gerontologia foca na promoção de bem estar, olhando tanto para as condições sociais, psicológicas, fisiológicas e até mesmo espirituais que permitem maior qualidade de vida às pessoas idosas. A Geriatria se integra na área da Gerontologia com o instrumental específico para atender aos objetivos da promoção da saúde.  

Você tem algum idoso na família que já precisou dos cuidados do geriatra ou do gerontologista? Como esses profissionais impactaram a saúde e o bem estar do seu familiar?

Os médicos que leram esse post, também leram:

Todos os Posts