Conheça a periquiteira, planta brasileira com propriedades medicinais semelhantes à cannabis

A periquiteira ganhou fama nacional nas últimas semanas. Esta é uma árvore nativa do Brasil que pertence à família das Ulmaceae e cujo nome científico é Trema micrantha. Ela é conhecida por vários nomes populares, como piriquiteira, trema, tremembé, canela-branca, canela-de-veado, canelinha e orobó.

Ela pode ser encontrada em quase todo o território nacional, especialmente nas regiões de Mata Atlântica, Cerrado e Caatinga. Recentemente, essa planta ficou famosa por uma descoberta: suas folhas carregam propriedades terapêuticas parecidas com a cannabis, popularmente conhecida como maconha.

Neste artigo, explicamos que planta é essa, como ela pode ser utilizada em tratamentos medicinais e como ela pode ser usada de forma complementar à cannabis medicinal.

O que é a periquiteira?

A periquiteira é uma espécie pioneira, ou seja, que cresce rapidamente em áreas degradadas ou desmatadas, contribuindo para a recuperação da vegetação e do solo. Ela pode atingir até 15 metros de altura e tem um tronco fino e liso, de cor cinza-claro. Suas folhas são simples, alternas, ovais e dentadas, com uma nervura central proeminente. Suas flores são pequenas, brancas e aromáticas, reunidas em inflorescências axilares. Seus frutos são drupas globosas, pretas e brilhantes, que contêm uma única semente.

A árvore desta espécie é muito importante para a fauna, pois seus frutos são consumidos por diversas espécies de aves, como rolas-fogo-apagou, rolinhas, jurutis, guaracavas, peiticas, tesouras, pardais, bem-te-vis, sanhaços, suiriris, sabiás, saíras, tiês, juruviaras e tico-ticos. Além disso, suas folhas servem de alimento para lagartas de borboletas e mariposas.

A periquiteira é uma árvore que merece ser valorizada e preservada, pois além de ser importante para o equilíbrio ecológico, pode ser uma aliada da saúde humana como complemento da cannabis.

Propriedades medicinais próximas da cannabis

O que torna a periquiteira uma árvore especial é o seu potencial medicinal. Estudos científicos mostraram que as folhas da periquiteira possuem propriedades analgésicas e anti-inflamatórias, além de efeitos semelhantes às da cannabis (maconha), mas sem os efeitos psicoativos ligados à planta, cujo cultivo é proibido no Brasil.

Os pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) identificaram canabidiol (CBD) nos frutos e flores de uma espécie nativa brasileira, a Trema micrantha Blume. A descoberta levanta a possibilidade de uso legal da substância para fins medicinais, uma vez que as normas atuais do país proíbem o plantio e uso de plantas das quais possam ser produzidas drogas alucinógenas. A espécie brasileira, ao contrário da Cannabis sativa (nome científico da maconha), não possui entre os componentes químicos o Tetrahidrocanabinol (THC), de efeito psicoativo.

Esses resultados indicam que a periquiteira pode ser uma fonte natural e segura de canabidiol para o tratamento de diversas condições clínicas. No entanto, ainda são necessários mais estudos para comprovar a eficácia e a segurança do uso da periquiteira em humanos.

Cannabis medicinal no Brasil

A descoberta do canabidiol na periquiteira não reduz as recentes descobertas sobre cannabis. Ela é uma planta que contém substâncias chamadas canabinoides, que podem ter efeitos terapêuticos em diversas condições de saúde. No Brasil, o uso da cannabis para fins medicinais ainda enfrenta muitos obstáculos legais, sociais e econômicos, o que dificulta o acesso de milhares de pacientes que poderiam se beneficiar da planta.

A cannabis pode ser usada para tratar diversas doenças e sintomas, como epilepsia, esclerose múltipla, dor crônica, náuseas e vômitos induzidos pela quimioterapia, glaucoma, ansiedade, depressão, insônia, entre outras. A forma de uso da cannabis pode variar de acordo com a necessidade e a preferência de cada paciente.

A planta ganhou tamanha importância na Medicina com suas propriedades terapêuticas que um numero crescente de profissionais busca aperfeiçoamento nessa área. A Afya Educação Médica oferece um curso de aprimoramento em Cannabis Medicinal.

O que você achou dessa descoberta da Medicina?

Autor(a)

Os médicos que leram esse post, também leram:

Todos os Posts