Como escolher uma pós-graduação médica: 4 critérios para considerar

Escolher uma pós-graduação médica envolve considerar critérios, como a modalidade de ensino, o valor das mensalidades, a carga-horária, a grade curricular, se é possível conciliar com as outras atividades (principalmente o trabalho) e, é claro, os benefícios para a obtenção do título de especialista.

O fato é que, nos dias de hoje, é essencial fazer uma pós-graduação, principalmente para atualizar ou conhecer alguns conteúdos que não foram abordados na graduação. Além disso, a pós-graduação pode ser exigência em processos seletivos, concursos e outras modalidades de trabalho.

No entanto, não basta optar por fazer uma pós-graduação apenas por fazer. Para que a experiência realmente valha o seu investimento, é necessário saber como escolher a melhor pós-graduação e, para isso, é importante avaliar a instituição de ensino, a percepção no mercado de trabalho, entre outras questões.

Então, se quiser mais informações sobre como escolher uma pós-graduação na área de medicina, não deixe de ler este post. Boa leitura!

A importância da pós-graduação

A medicina é uma área que passa por grandes e contínuas transformações nos conhecimentos ao longo do tempo. É comum que condutas fielmente consagradas percam espaço para outras mais efetivas e seguras.

Por conta disso, o conteúdo que se estudou na faculdade pode já estar obsoleto ou sendo substituído por técnicas mais eficientes e menos invasivas para o paciente, fatores esses que são de grande relevância para uma assistência médica de qualidade.

Isso porque as pesquisas têm descoberto novos tratamentos, aprimorado as técnicas de diagnóstico e terapêutica e, consequentemente, melhorado a qualidade de vida dos pacientes ambulatoriais e cirúrgicos.

Ademais, a necessidade constante por atualização de conhecimentos por meio de uma pós-graduação lato sensu ou stricto sensu deve ser uma meta de sucesso para todos os profissionais médicos.

Outra vantagem de se cursar uma pós-graduação é aumentar a rede de contato. Assim, você pode fazer parcerias profissionais, empreender em novos serviços, como também trazer atendimento integral aos seus pacientes.

Conheça os tipos de pós-graduação

Existem dois tipos de pós-graduação: a lato sensu e a stricto sensu, classificação que está entre as dúvidas mais recorrentes, pois possuem regras e condições de funcionamento específicas.

A pós-graduação lato sensu é aquela genericamente conhecida como pós-graduação e deve ter carga horária mínima de 312 horas. A pós-graduação médica possui outros diferenciais devido à característica do público-alvo. Algumas, por exemplo, exigem pré-requisitos e são destinadas aos profissionais que desejam fazer uma segunda pós-graduação médica.

A pós-graduação stricto sensu, por sua vez, é aquela voltada para a pesquisa, sendo o mestrado acadêmico ou profissionalizante e o doutorado os cursos dessa categoria. A duração do mestrado varia de 24 a 36 meses, enquanto o doutorado é de 24 a 48 meses. Nesses programas, como a duração é muito maior, é possível desenvolver estudos clínicos com pacientes ou com animais de experimentação.

Entenda as modalidades presencial e online

Para saber como escolher uma pós-graduação é aconselhável analisar também as modalidades de ensino, pois atualmente é possível acompanhar as aulas de forma presencial, online ou híbrida.

Existem vantagens para cada uma das modalidades. Na presencial, é possível acompanhar e executar as aulas práticas, quando fizerem parte do conteúdo programático do curso, assim como realizar contatos mais próximos com os demais pós-graduandos.

Na modalidade exclusivamente virtual, o estudante poderá adaptar sua rotina e não necessitará se deslocar para a instituição de ensino, o que em si já gera economia de tempo e dinheiro.

Algumas instituições já estão ofertando a modalidade híbrida, com alternância entre aulas virtuais e presenciais, e tem sido de grande valia para os estudantes, que conseguem absorver o melhor dos dois mundos do ensino.

Além disso, para facilitar a adesão, já que médicos geralmente possuem longas rotinas, alguns cursos são ofertados aos finais de semana. Portanto, na hora de escolher uma Pós-médica, também é preciso levar em conta o horário das aulas.

Avalie o custo e benefício da pós-graduação

Para escolher uma pós-graduação na área médica também é crucial analisar os custos diante dos benefícios agregados, algo que será vislumbrado em longo prazo após a conclusão do curso.

Os benefícios de uma formação atualizada e completa nas diversas especialidades médicas devem compensar os custos com a mensalidade, deslocamentos, taxas de internet e tantas outras despesas.

Além disso, ser um pós-graduado em determinada área é essencialmente mais valorizado do que permanecer estagnado na graduação. Existe também a opção de fazer uma segunda pós-graduação para aprimorar os conhecimentos.

Para tanto, é fundamental contabilizar custos mensais, verificar a necessidade de realizar mais plantões médicos ou abdicar de outras atividades para ter tempo de estudo e reavaliar constantemente essa conta.

Avalie o mercado de trabalho

Existem pós-graduações nas mais diversas especialidades, nas quais são abordadas diferentes temáticas: desde a alergologia, que trabalha os processos fisiopatológicos e terapêuticos das doenças alérgicas, até os novos saberes da psiquiatria e endocrinologia. No entanto, além das especialidades médicas que são mais procuradas hoje, outras sempre demandarão por novos profissionais.

Atualmente, a dermatologia, a medicina do esporte e a nutrologia são grandes apostas devido a melhoria do poder aquisitivo dos brasileiros e do desejo por melhor desempenho e pela estética aperfeiçoada.

Todavia, especialidades como a cardiologia, pediatria, neurologia, psiquiatria, entre outras ainda requerem profissionais, principalmente para atuarem conjuntamente nas cirurgias robóticas e com recursos tecnológicos de diagnósticos mais eficazes.

Sendo assim, é interessante apurar as demandas por região, buscar opiniões de profissionais já consolidados no mercado, acompanhar as novidades no Brasil e no exterior, além de conciliar com o seu interesse pelo assunto.

Veja as nossa dicas para escolher sua especialização médica.

Instituição de referência

De nada adianta escolher uma pós-graduação com base nos fatores mencionados anteriormente se a instituição não é reconhecida no mercado de trabalho ou está irregular perante os órgãos do governo.

Então, o primeiro passo é procurar essas informações para depois pesquisar sobre a experiência acadêmica e profissional do corpo docente, a possiblidade de fazer contatos com profissionais de renome e visitas técnicas em estabelecimentos médicos do Brasil e do exterior, entre outras formalidades.

Também é fundamental buscar referências de profissionais que fizeram o curso, pesquisar sobre a infraestrutura disponibilizada, as questões logísticas e de secretaria e qual será a titulação recebida após a conclusão do curso.

Saber como escolher uma pós-graduação médica é essencial para direcionar os rumos da carreira profissional, trazendo benefícios clínicos para os pacientes e valorização financeira para o médico. Para tanto, cabe ao profissional fazer um levantamento dos cursos disponíveis, do conteúdo programático e da carga horária bem como de outras informações para a tomada final da decisão.

E você, ficou interessado em fazer uma pós-graduação médica? Então, conheça agora os nossos cursos!

Autor(a)

Os médicos que leram esse post, também leram:

Todos os Posts