Como é o mercado de trabalho para o médico em Belém e região?

O mercado de trabalho para médicos em Belém, capital do Pará, é bastante atrativo, competitivo e cheio de oportunidades de atuação. Se o profissional tem vontade de atuar no interior, as oportunidades são ainda melhores. Trata-se de um estado grande, com economia pujante e população de mais de 8 milhões de habitantes, sendo 1,3 milhões apenas na capital.

Segundo os dados da Demografia Médica 2023, o Pará conta com 10.359 médicos registrados no Conselho Federal de Medicina. O salário médio dos médicos paraenses fica entre R$ 6 e R$ 11 mil, valor que pode mudar dependendo da cidade e carga-horária de trabalho.

Neste artigo, vamos entender melhor como é o mercado de trabalho para o médico que atua em Belém e no estado do Pará como um todo. Confira:

Como é o mercado para o médico no Pará?

O mercado de trabalho para médicos em Belém, e todo Pará apresenta características únicas. Como um estado vasto e com uma população distribuída entre áreas urbanas e rurais, as oportunidades para profissionais da Medicina são diversas. A concorrência é menos intensa em comparação com regiões como São Paulo, Rio de Janeiro e outros estados mais populosos, mas ainda assim, a demanda por médicos é significativa, especialmente em áreas mais remotas do estado.

A distribuição de médicos pelo território paraense é desigual, com uma maior concentração em centros urbanos como Belém, deixando áreas periféricas e interioranas com escassez de profissionais de saúde. Essa realidade representa tanto um desafio quanto uma oportunidade para os médicos que buscam fazer a diferença na vida das comunidades carentes do estado.

Como é a saúde no Pará?

No estado do Pará, o setor de saúde pública e privada apresenta oportunidades por conta da vasta área geográfica e da distribuição desigual da população perante os serviços oferecidos. Isso resulta em oportunidades de trabalho para médicos dispostos a atuar em áreas mais remotas e carentes, onde há uma necessidade muito grande de serviços médicos. No estado, a média de médicos pela população total não passa de 1,18 a cada 100 mil habitantes, contra 2,41 da média nacional.

Por conta disso, os governos estadual e federal frequentemente lançam programas e incentivos para atrair médicos para essas regiões, como é o caso do programa Mais Médicos, o que pode incluir benefícios como bolsas de estudo, alojamento e bônus salariais.

A saúde pública no Pará é um campo fértil para médicos que buscam não apenas um emprego, mas também a chance de contribuir significativamente para a melhoria do bem-estar das comunidades locais. Para se ter uma ideia, o estado está expandindo sua cobertura com a construção de 83 novas Unidades Básicas de Saúde. Faz parte da rede de saúde pública do Pará:

  • Hospital Público Estadual Galileu
  • Hospital Jean Bittar
  • Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará
  • Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência
  • Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Vianna
  • Hospital Ophir Loyola
  • Hospital Regional de Cametá
  • Hospital Público de Tucuruí
  • Hospital Regional do Baixo Tocantins

No setor privado, há uma série de hospitais, clínicas e laboratórios que complementam os serviços de saúde do estado dentro dos planos e seguros de saúde, bem como uma gama de serviços em hospitais e clínicas particulares. Essas instituições privadas são particularmente prevalentes em centros urbanos e oferecem uma alternativa para aqueles que buscam serviços de saúde fora do sistema público. Sendo assim, a saúde privada no Pará representa uma alternativa atraente para profissionais que procuram estabilidade financeira e avanço na carreira. Faz parte da rede de saúde privada do Pará:

  • Hospital Porto Dias
  • Hospital Pró-Infantil
  • Agj Hospital Saúde Center
  • Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência

Qual o salário de um médico no Pará?

A média salarial de um médico clínico no Pará está entre R$ 6.020,68 e R$ 11 R$ mil para uma jornada de trabalho de 26 horas semanais, de acordo com plataformas de empregabilidade como Salário.com.br e Glassdoor.

É importante lembrar que esses valores podem variar de acordo com a especialização médica, experiência e outros fatores.

Quais são as especialidades mais procuradas?

De acordo com levantamento do estudo Demografia Médica 2023, é possível levantar algumas informações sobre especialidades bastantes procuradas pelos profissionais do estado do Pará. No estado, dos 10.359 médicos registrados, 53,6% são médicos especialistas.

As especialidades mais procuradas pelos médicos paraenses são:

  • Clínica Médica: 872
  • Pediatria: 728
  • Cirurgia Geral: 664
  • Ginecologia e Obstetrícia: 583
  • Cardiologia: 259

Já as especialidades com menor número de especialistas são:

  • Genética Médica: 4
  • Medicina de emergência: 1
  • Cirurgia de Cabeça e Pescoço: 11
  • Medicina Nuclear: 9
  • Angiologia: 15

Como a pós-graduação médica pode aumentar sua empregabilidade na região?

Muitos médicos que desejam se especializar em uma determinada área estão buscando opções de formação médica continuada, como a pós-graduação médica lato sensu. Essa modalidade de ensino é oferecida por instituições e confere um certificado ao médico após a conclusão do curso. Depois da pós-graduação, o médico pode prestar a prova de título de especialista na associação médica da sua especialidade.

Como se destacar no mercado de trabalho?

  • Ampliar o campo de atuação: ao fazer uma pós-graduação médica, o profissional pode se habilitar para exercer novas funções e atender novas demandas do mercado de trabalho;
  • Atualizar-se sobre as novidades da área: a Medicina é uma ciência que está em constante evolução, com novas pesquisas, técnicas e tecnologias surgindo a todo momento. Fazer uma pós-graduação médica permite ao profissional se manter atualizado sobre as inovações da sua área de interesse, garantindo um atendimento mais eficaz e seguro aos seus pacientes;
  • Reconhecimento e a credibilidade: ao fazer uma pós-graduação médica, o profissional demonstra seu compromisso com a qualidade e a excelência do seu trabalho, aumentando seu reconhecimento e sua credibilidade no mercado. Além disso, ao estudar em uma instituição renomada como a Afya Educação Médica, o profissional conta com o respaldo de um corpo docente qualificado e experiente, que pode contribuir para sua formação e seu networking;
  • Desenvolver competências gerenciais e empreendedoras: além dos conhecimentos técnicos, fazer uma pós-graduação médica também pode ajudar o profissional a desenvolver competências gerenciais e empreendedoras, que são essenciais para quem deseja gerir seu próprio consultório ou clínica, ou mesmo liderar equipes e projetos na área da saúde.

Nova unidade Afya Educação Médica

A Afya Educação Médica segue seu plano de expansão para oferecer cursos de pós-graduação médica no Brasil todo em diversas áreas. Esses cursos são ministrados por professores renomados e experientes, verdadeiras referências no mercado, utilizando metodologias ativas com grande foco na prática médica.

A nova unidades de Belém conta com uma infraestrutura moderna e equipada, que proporciona aos alunos conforto e praticidade. As salas de aula são climatizadas e possuem recursos audiovisuais de alta qualidade. Os laboratórios são equipados com manequins simuladores, que permitem aos alunos treinar habilidades clínicas e cirúrgicas em cenários realistas. Além disso, a unidade oferece bibliotecas, salas de estudo, áreas de convivência, clínica, sala de pequenos procedimentos e estacionamento.

A abertura da unidade em Belém representa uma oportunidade única para os médicos que desejam se especializar e se atualizar em suas áreas de atuação. É o que acredita Thais Fernandes, diretora da unidade Belém. “Estima-se que cerca de 55% dos médicos no Estado do Pará são generalistas e há regiões com profunda necessidade de profissionais especializados. Além disso, os alunos médicos atendem pacientes reais do SUS o que torna a Afya Educação médica uma grande parceira dos munícipios no atendimento da população. O impacto da chegada da unidade no Pará é um avanço de oportunidade para formação médica de qualidade e consequentemente maior possibilidade de saúde para a população”, afirma.

Saiba mais sobre os cursos de pós-graduação em Belém e como eles podem contribuir para elevar seus rendimentos e, consequentemente, impulsionar sua carreira.

Autor(a)

Os médicos que leram esse post, também leram:

Todos os Posts