Afinal, o que é uma startup médica?

Autor(a)

Para muitos profissionais que pensam em empreender e abrir o próprio negócio, a startup médica pode ser um ótimo caminho. Apesar da área da saúde — principalmente a prática da medicina — ter características consideravelmente tradicionais, tecnologia e inovação são essenciais nesse setor.

Uma startup, se bem delineada, tem potencial de causar um grande impacto na vida das pessoas e até mesmo quebrar paradigmas da relação atual dos pacientes com o sistema de saúde. Afinal, é possível desenvolver uma startup em uma área tão tradicional quanto a medicina?

Continue lendo este artigo para entender o que é uma startup e exemplos incríveis que deram certo e permitiram a inovação fluir no setor da saúde.

O que é uma startup médica?

Para entender o que é uma startup médica, é fundamental entender os principais conceitos do universo da inovação, assim como os requisitos que o produto ou serviço deve alcançar para ser considerado como esse modelo de negócio. São eles:

1. Proposta de valor

O valor é um dos primeiros requisitos que uma startup — seja ela de qualquer área — deve ter. Esse valor não é referente à questão monetária e sim ao objetivo da empresa em relação ao cliente. Principalmente na área da saúde, a proposta de valor deve fazer sentido para os consumidores e resolver um problema oferecendo um produto inovador.

2. Escalabilidade e repetitividade

Esses também são requisitos essenciais que uma startup médica necessita para ter sucesso. O primeiro se refere ao crescimento e custos da empresa. Ter um alto poder de escala significa que, à medida que o empreendimento cresce, os custos não aumentam na mesma proporção. Ser repetível, por sua vez, quer dizer que o produto pode ser entregue em uma escala potencialmente ilimitada, com a capacidade de crescer e expandir o negócio, entregando o mesmo produto para vários clientes.

3. Estratégia disruptiva

Independentemente do serviço de saúde que a startup médica oferecer, o modelo de negócios tem que ter uma proposta de valor diferente das outras empresas e produtos existentes. A área da medicina no Brasil tem diversas barreiras e solucionar problemas que atingem tantas pessoas em um aspecto essencial como a saúde pode ter impactos consideráveis.

O foco do cuidado em saúde está cada vez mais direcionado ao paciente do que ao tratamento ou doença. Portanto, investir em uma tecnologia que revolucione a relação do médico com o paciente e unifique informações pertinentes ao bem-estar dos indivíduos pode ser a chave para alcançar horizontes jamais explorados pela medicina.

Exemplos promissores

Uma startup médica que consiga integrar tecnologia e saúde fará parte do setor de Healthtech, que apresenta grande potencial de crescimento nos próximos anos. Abaixo estão algumas ideias que saíram do papel e inovaram o setor de saúde:

Doutor Recomenda

Com o objetivo de otimizar a relação do paciente com o médico, assim como a adesão ao tratamento de doenças crônicas, a startup Doutor Recomenda foi desenvolvida. Assim que o paciente começa a utilizar a plataforma multicanal, é requerido que ele forneça dados sobre a sua condição de saúde, que serão classificados de acordo com diretrizes médicas.

O usuário, então, recebe orientações e alertas de forma automática de acordo com esses critérios. Além disso, no momento da consulta, o médico pode acessar a plataforma e disponibilizar as recomendações, prescrições e pedidos de exame que poderão ser acessados pelos pacientes. A plataforma digital, além de integrar todo o perfil e histórico clínico dos usuários, possibilita a comunicação com o médico de uma forma muito mais simples e prática.

Memed

A startup médica Memed inovou na solução de prescrições digitalizadas. Com o objetivo de proporcionar aos médicos (tanto de consultórios quanto de hospitais) a otimização do processo de prescrição, a plataforma também disponibiliza dados atualizados sobre medicamentos comercializados no Brasil. O médico, no momento da prescrição, seleciona os fármacos e insere a posologia adequada para cada tratamento.

O paciente, por sua vez, consegue receber a prescrição de forma digitalizada por e-mail ou SMS e pode, inclusive, apresentá-la em farmácias e comprar medicamentos não controlados. Assim, erros de prescrição como ilegibilidade são reduzidos consideravelmente, à medida que a segurança e praticidade aumentam.

Consulta do Bem

A Consulta do Bem surgiu a partir de dois desejos: disponibilizar consultas médicas de qualidade por um preço mais acessível para a população e otimizar o quadro de horários da rotina dos médicos. A ferramenta permite que o usuário agende consultas médicas com até 70% de desconto. A startup que conta com uma plataforma web e um aplicativo, consegue reduzir significativamente a desistência de consultas por meio do pagamento no momento do agendamento. Dessa maneira, pacientes que não têm condições de arcar com um plano de saúde terão acesso a um profissional de forma mais fácil e rápida. Já os médicos são capazes de organizar suas agendas de acordo com a demanda.

PEBMED

Desenvolvida exclusivamente para médicos e estudantes de medicina, a startup apresenta várias ferramentas — dentre elas o Whitebook — que tem o objetivo de auxiliar na tomada de decisão rápida, muitas vezes necessária na beira do leito. A PEBMED disponibiliza conteúdo atualizado sobre procedimentos, diagnósticos e tratamentos por meio do aplicativo (que pode ser utilizado offline) e uma plataforma online.

Ademais, o Portal de Notícias Médicas é atualizado frequentemente com os assuntos e artigos pertinentes à área da saúde. Milhares de médicos e estudantes do país acessam o aplicativo e o portal todos os dias. O objetivo é auxiliar positivamente a produtividade e o raciocínio clínico desses profissionais.

A medicina está evoluindo de forma mais integrada, digital e preventiva, e o desenvolvimento de uma startup médica muitas vezes permite que o paciente tenha um maior controle e conhecimento sobre sua condição clínica. A partir dos exemplos descritos, é fácil perceber como a criatividade e busca por conhecimento são fundamentais para os médicos que pretendem empreender com serviços inovadores. Atuar em mercados novos e incertos é desafiador e se preparar com dedicação é essencial para o sucesso no mundo da inovação.

Achou interessante o conteúdo sobre startups médicas? Então, compartilhe nosso post nas redes sociais e discuta com seus colegas sobre essa forma de empreender na carreira de medicina!

Os médicos que leram esse post, também leram:

Todos os Posts